COPA DO NORDESTE: LEÃO SÓ EMPATOU COM O VOVÔ NO BARRADÃO

      



Por Zedejesusbarreto
Foto: Romildo de Jesus
Como equipe de primeira divisão, o Ceará comandou as ações em campo, criou as melhores chances de golear mas saiu atrás do placar e apenas conseguiu o empate, fora de casa.  No Vitória não faltou vontade, mas a equipe está longe de empolgar ou dar esperanças ao torcedor,  injuriado. Pelo Nordestão, o Leão fez quatro jogos até agora, empatou todos. Pouco.

 Na tabela de classificação, 4 pontos. Quinto lugar no Grupo A. O Ceará tem oito e lidera o Grupo B.  

 **

Vitória 1 x 1 Ceará

 Tarde quente de sábado, arquibancadas do Barradão às moscas (menos de três mil no estádio). Torcedor emputecido com a desclassificação do time da Copa do Brasil no meio da semana, quando levou 2 x 0 do Moto Clube. 

   Estranhamente, o treinador Marcelo Chamusca mandou a campo a mesma  equipe que fracassou em São Luís. O Leão com seu padrão rubro-negro.

  O Vovô cearense, clube de primeira divisão, sem o treinador oficial, o inquieto Lisca. A equipe de beca branca.

*

 Melhores lances  

 A partida começou corrida, a despeito do calorão.  Lá e cá, equilibrada. O Vovô mais esperto.

 Aos 5’, o time cearense entrou fácil, trocando passes pelo meio e Felipe ficou de cara com Ronaldo; deu o goleirão do Vitória, abafando.  

- Gol ! 1 x 0 Vitória, aos 8 minutos. Ed Carlos escorando de cabeça a cobrança do escanteio da direita, por Andrigo. Bela testada.

  Na sequência, pressão dos cearenses, pra cima.  Duas, três chances de gol perdidas. Ronaldo trabalhando, erros de finalização. O Leão não conseguia evoluir com bola no chão, trocando passes. Só na base do chutão pra frente. Aos 18, o centroavante Roger por pouco não empatou.

 Aso 26’, Vitor Feijão pegou um rebote, livre, de fora da praça, meteu o pé e a bola saiu rasteira, forte, no canto; Ronaldo, mais uma vez, de ponta de dedos, a pelota desviada bateu no poste. Pressão todo tempo na área baiana.

 Mas, aos 38’, o Vovô todo na frente, o Leão armou um ótimo contragolpe em velocidade, com Andrigo e Rui, que deixou Leo Ceará de cara, livre, mas ele perdeu, bateu para fora. Chance rara, desperdiçada.  Foi a melhor jogada da equipe na etapa inicial.

*

  O Ceará foi melhor nos primeiros 45 minutos. Mais posse de bola, ocupando melhor os espaços, trocando passes e criando umas cinco chances claras de gol. O goleiro Ronaldo foi quem mais apareceu em campo, mas o placar foi mesmo 1 x 0 para o Rubro-negro da casa, num raro lance de cobrança de escanteio, no começo.

*

 O Ceará voltou dos vestiários com o jovem avante Chico no lugar do apoiador Edinho. E Chico começou aprontando. Driblou, deu caneta e foi derrubado pela direita, próximo da área baiana.

- Gol ! 1 x 1, Chico, aos 3 minutos. Juninho bateu a falta, alçando na pequena área e o baixinho Chico antecipou-se à zaga, raspou de cabeça e a bola ainda bateu na trave antes de chegar nas redes.

  Ficou animado, aberto, o Vô passeando na Toca do Leão, abusando. Arriscado. Leão vivo, resistindo, atuando melhor que na primeira etapa.  

  Aos 13’, saiu Yago, machucado, entrou Erick, no time da casa. Aos 15’, sob ovações e toda a esperança da torcida, Chamusca promoveu a reestreia do experiente e malandro Neto Baiano no lugar de Leo Ceará. Aos 23’, Ed Carlos sentiu fisgada na coxa e deixou o gramado; Thales entrou no lugar.

  O Ceará continua valorizando mais o passe, a posse de bola. Chegou aos 27’, numa cabeçada de Roger, fora. Depois o chute de Ricardinho, por cima. O Leão na moita.  Aos 30’, Ronaldo esticou-se todo e plasticamente espalmou nova cabeçada certeira de Roger. O Leão apostando tudo na cobrança de faltas e escanteios alçados.

  O tempo passando e a partida foi se arrastando, já sem aquele ímpeto. Alguns atletas se arrastando pelo gramado. O jogo foi aos 49 minutos, o Vovô em cima. 

   O Vitória fez quatro jogos pelo Nordestão, quatro empates.

*

  Destaques

  O grande destaque do Rubro-negro foi, sem dúvida, o goleirão Ronaldo. Ed Carlos pelo gol de cabeça.  Muita luta, nenhum padrão, pouco futebol coletivo.

  No Ceará, melhor em campo, a preocupação com a posse de bola a evolução coletiva. O  becão Luis Otávio, o meia Ricardinho, Vitor Feijão ...   

    

**

 Outros jogos de Sábado/ Copa do Nordeste:

 -  ABC 0 x 0 CRB ; Sergipe 1 x 2 Botafogo da Paraíba.

 

**

 

   No domingo, tem rodada do Baianão.

   - Vitória da Conquista x Bahia; Jequié x Fluminense; Atlético de Alagoinhas x Bahia de Feira; Altos x Confiança.

 

*