Carnaval: Escola de Trânsito do Detran capacita condutores de trios para prevenir acidentes

      



Circular no Carnaval de Salvador dirigindo um trio elétrico, que é montado sobre a prancha de uma carreta, com estrutura média de 18 metros de comprimento e peso entre 40 e 50 toneladas, não é tarefa para qualquer motorista. O condutor precisa ter a carteira de habilitação categoria E (veículos articulados) e o certificado de capacitação oferecido pela Escola Pública do Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Para a festa deste ano, a instituição começa a ministrar o curso para os motoristas de trios e carros de apoio, nesta sexta-feira (22), na sede do Detran, na Avenida ACM, que segue nos dias 25 e 26 de fevereiro. As aulas serão sempre pela manhã, com a previsão de atender quase 300 profissionais.

A capacitação vai abordar legislação, direção defensiva, saúde e combate ao estresse, situações de emergência e relações interpessoais. Haverá um módulo específico sobre a prevenção de acidentes envolvendo a rede elétrica, criado pela parceria do Detran com a Companhia de Eletricidade da Bahia (Coelba). “A maioria tem experiência acumulada de muitos carnavais, mas nunca é demais atualizar os conhecimentos para o cumprimento das regras. Esses condutores transportam alegria e precisam estar bem preparados para enfrentar a maratona da festa”, ressaltou o instrutor Iuri Oliveira.

Antes do Carnaval, o Detran também faz a vistoria dos veículos de grande porte que participam do desfile, para avaliar a documentação e condições técnicas. Nos dias de folia, o órgão de trânsito terá postos de fiscalização dos trios, nos circuitos Osmar (Campo Grande) e Dodô (Barra-Ondina). “Temos uma equipe especializada nesse trabalho para o Carnaval, que acompanha o trio e seu condutor, antes e durante a festa, para garantir a segurança na avenida”, afirmou o perito Domingos Lemos.