Robinson Almeida chama senador de "imbecil"

      



O deputado estadual Robinson Almeida (PT) utilizou, nesta quarta-feira (13), o plenário da Assembleia Legislativa da Bahia para expressar sua indignação com as declarações do senador Major Olímpio, do PSL de São Paulo. Ao comentar o ataque que deixou oito mortos em uma escola de Suzano, na região metropolita de São Paulo, o senador defendeu que “se os professores estivem armados, essa tragédia teria sido evitada".

Não posso aceitar que um senador da república que, não por coincidência é do mesmo partido do presidente Jair Bolsonaro, vá propor que, ao invés de livros e lápis, trabalhem armados. Me desculpem pela expressão, mas é um imbecil”, afirmou Robinson.

Os ataques, que aconteceram na Escola Estadual Raul Brasil, foram realizados por dois ex-alunos, que se mataram depois de cometer os crimes. De acordo com a polícia, entre as oito vítimas estão cinco alunos da escola, com idades entre 15 e 17 anos, duas funcionárias e o proprietário de uma loja próximo ao local.