Novo diretor do CCPI quer ampliar atuação e dinamizar largos do Pelourinho

         



Com a missão de dar continuidade ao trabalho desenvolvido pelo Governo do Estado de valorização da cultura identitária e popular, bem como do processo de dinamização dos largos do Pelourinho, foi empossado hoje (14), no cargo de diretor do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI), o historiador e advogado André Reis. O Centro é ligado à Secretaria de Cultura (Secult-Ba) e atua no fomento, preservação e promoção das manifestações culturais, além de cuidardas festas e celebrações populares, que na Bahia chegam a ter um alcance que impacta a economia e o turismo do estado.

A cerimônia restrita, mas representativa, contou com as presenças da secretária estadual de Cultura, Arany Santana e da sua equipe, de lideranças e representações sociais. O mandato do deputado e líder de Governo na AssembleiaLegislativa da Bahia, Rosemberg Pinto, também esteve presente, representado pela chefe de gabinete Aldenira Sena que deu as boas vindas a Reis e destacou a importância da CCPI na valorização das mulheres e dos que não têm um espaço de fala, ressaltando ainda o apoio do parlamentar na incansável luta por justiça social, conquista de direitos e garantias sociais.

A secretária Arany destacou a pluralidade das manifestaçõesque englobam as culturas étnico-raciais como as de matrizes africanas, indígenas e ciganas, a cultura sertaneja, e as culturas de gênero, de orientação sexual e de grupos etários. Segundo ela, a CCPI tem um papel importante de articulação junto a outras secretarias na promoção de festas populares. “Depois do sucesso no carnaval do Pelô, a expectativa é com a segunda festa mais tradicional: o São João”, pontua