Multidão se reúne em Cajazeiras para celebrar aniversário de Salvador

      



A primeira capital do Brasil completou ontem (29) 470 anos com muita festa no Campo da Pronaica, em Cajazeiras. Moradores de uma das regiões mais populosas da cidade, além de visitantes de outras localidades, se reuniram aos milhares para conferir e curtir as apresentações de Hiago Danadinho, Léo Santana e Denny Dennan.  
 
A primeira atração a subir ao palco foi o pagodeiro Hiago Danadinho. Ao cantar a música “Cajazeiras”, o cantor, que fez parte do grupo La Fúria e agora segue carreira solo, levou o público ao delírio. Ao som do refrão “Tú vai andando boba, para Cajazeiras boba”, o artista balançou a multidão. Além da música que faz alusão à localidade, o artista interpretou sucessos conhecidos da galera. 
 
"Muito feliz de participar dessa festa linda. Agradeço ao povo lindo de Cajazeiras e também à Prefeitura por promover esse evento", disse o artista. Para a doméstica Vivian Santos, 34 anos, que mora na Fazenda Grande I, o show foi um verdadeiro presente para a comunidade. "A gente vem com a família e brinca bem pertinho de casa", comentou, enquanto o filho, o pequeno Matheus, de 4 anos, dançava.
 
Mesmo não sendo natural de Salvador, o cantor Denny Dennan comentou que se sente soteropolitano e muito lisonjeado em ter participado da programação da festa. "Nasci em Camaçari, mas abracei Salvador e me sinto honrado e fazer parte dessa comemoração", disse, entusiasmado. 
 
Durante a apresentação, o artista levou o público ao delírio ao relembrar as antigas e consagradas canções que fazem parte da carreira. Além dos clássicos, o cantor agitou a multidão com músicas que farão parte do novo CD, com lançamento previsto para esse ano.
 
Para a moradora da Cajazeiras V Natália Souza, 20 anos, a festa foi mais uma oportunidade de aumentar o faturamento da família. A ambulante que vendia água, refrigerantes e cervejas afirmou que aproveita os eventos para "ganhar um trocado". "Está cheio e a venda das mercadorias foi bastante positiva".
 
Já passava das 22h quando a atração mais esperada da noite, o pagodeiro Léo Santana, subiu ao palco. O Campo da Pronaica ficou lotado. Famílias, grupos de adolescentes formaram uma multidão que cantou e dançou ao som dos sucessos do artista, considerado um dos grandes nomes da música baiana.