Madre de Deus: Após romper com prefeito, vice fica sem gabinete e despacha em barraca de praia

         



“Meu escritório é na praia”... a expressão é da música da banda Charlie Brown Jr, interpretada pelo cantor Chorão [in memorian], mas retrata a realidade do vice-prefeito Jailton Polícia (PRB) do município de Madre de Deus, na Região Metropolitana de Salvador.

No início de janeiro, Jailton e Jeferson Andrade (DEM), prefeito de Madre de Deus, romperam após 10 anos de aliança política. “Ele tirou meu gabinete, exonerou todo mundo”, conta Jailton Jajai, como é conhecido na cidade.

Desde então, a “Barraca da Ana” passou a ser seu gabinete todas as quartas-feiras entre nove e dez horas da manhã.

“O pessoal me ligava aí eu dizia: ‘venha aqui na praia, eu tô aqui hoje’”, explica sobre a origem da rotina praieira, mas garante que não inclui banhos de mar.

Além dos atendimentos beira-mar, o vice-prefeito Jailton Polícia afirma que diariamente toma café na casa de moradores, onde “ouve demandas da população”. “Nunca mais tomei café em casa”, relata.

O rompimento com o prefeito Jeferson Andrade se deu, segundo Jailton, porque o gestor não aceitou sua pré-candidatura à prefeitura de Madre de Deus em 2020. “Meu nome vem crescendo. Ele não aceitou porque eu coloquei meu nome para a prefeitura. Ele fez reunião com todos os secretários e depois expulsou a mim e minha esposa do grupo político”.

A reportagem tentou contato com o prefeito Jeferson Andrade até o fechamento desta matéria, mas não obteve êxito.
*Do BNews