Lula fica calado durante duas horas em depoimento na PF de Curitiba

         



O ex-presidente Lula ficou em silêncio durante duas horas em depoimento hoje (5), na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. O petista alegou o direito constitucional de permanecer em silêncio, seguindo a orientação da defesa, que afirmou não ter acesso aos documentos da investigação.

O depoimento, que começou às 9h e terminou às 11h, é referente a dois inquéritos que investigam pagamento propinas pela Odebrecht em contratos da Sete-Brasil e suposto cartel de construtoras para a obra da usina hidrelétrica de Belo Monte.

Lula completará um ano preso, no domingo (7), na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Ele foi condenado em segunda instância a 12 anos e um mês de prisão pelos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção passiva no caso do tríplex no Guarujá. Em fevereiro deste ano, recebeu a segunda condenação, de 12 anos e 11 meses, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro na ação penal do sítio de Atibaia (SP).