Integrantes do MST participam de "Marcha Estadual Lula Livre"

         



O Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) iniciou uma marcha na quarta-feira, 10, em prol da libertação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. De acordo com a Superintendência de Telecomunicações das Polícias Civil e Militar (Stelecom), nesta quinta-feira, 11, cerca de mil participantes do movimento saíram de Cascalheiras, em Camaçari, e seguem em direção à Linha Verde.

Intitulada de "Marcha Estadual Lula Livre", a manifestação deve seguir até o dia 17 deste mês e de acordo com a Central Única dos Trabalhadores (CUT), deve reunir aproximadamente 3 mil componentes do MST de 10 regiões baianas. O objetivo é percorrer cerca de 48 km, saindo de Camaçari com destino a Salvador. Além do movimento pró-Lula, o MST também utiliza a marcha em prol da Reforma Agrária.

A Marcha Estadual na Bahia é feita pelo MST desde 7 de setembro de 1987. Em 2019, a marcha completa 32 anos.

A mobilização faz parte da Jornada Nacional de Lutas pela Reforma Agrária, realizada pelo MST em todo país, no mesmo período da Marcha Estadual Lula Livre, e busca lutar contra a violência no campo e em memória dos trabalhadores do MST assassinados no Massacre de Eldorado dos Carajás, ocorrido em 17 de abril de 1996.
*Do ATarde