Justiça determina que Bahia retire publicidade da Arena Fonte Nova

      



O juiz Glauco Dainese de Campos deferiu a liminar da ação popular que questionava a forma como vinha sendo usada a publicidade do Esporte Clube do Bahia na Arena Fonte Nova. A alegação foi de que havia violação de princípios administrativos. De acordo com a ação, o time deverá retirar pinturas, plotagens e placas do estádio, no prazo de 15 dias, sob multa diária de $20 mil.


Em nota, o clube afirmou que "a decisão comprova que a Loja Esquadrão está completamente regular. Além disso, que o clube ainda tem 15 dias para cumprir a decisão. Neste período, estudará recurso para manter as peças publicitárias no estádio".

O presidente do clube, Guilherme Bellintani, comentou o assunto em uma rede social: "Decisão judicial mantém loja do Bahia na Fonte Nova. Entendemos que qualquer clube que tenha contrato permanente com o estádio possa fazer o mesmo. O faturamento da loja previsto para 2019 será alcançado já no mês de maio. Decisão importante para o planejamento do clube. Na mesma decisão, a Justiça determina que não sejam mantidas as plotagens com marca do Bahia, imagino eu que fora dos dias de jogos (a decisão não é clara em relação a isso). Nesse caso, nada mudaria para o clube".
*Do BNews