Instituto de Cegos da Bahia completa 86 anos e pede doações para continuar trabalho

         



A visão é um dos sentidos mais importantes da raça humana. São os olhos que tomam a frente para direcionar a maioria das nossas atividades sem que ocorra nenhum acidente. Agora imagine perdê-la? Com o tempo, o deficiente visual aprende outras formas de ver, mas para isso é preciso acompanhamento médico e acolhimento adequado, que nem sempre estão disponíveis para toda a população. Foi desta vontade de acolher cegos sem nenhum tipo de assistência que nasceu o Instituto de Cegos da Bahia (ICB), que completa 86 anos em 2019, dia 30 de abril.

Atualmente localizada no bairro do Barbalho, em Salvador, a instituição dá suporte a este público em diversas áreas como saúde, educação, alimentação e sociabilização, além de acesso a aulas de informática, biblioteca, oficina pré-profissionalizante, atividades esportivas e artísticas. Tudo para que as crianças e jovens atendidos tenham a infraestrutura necessária para aprender a viver com a deficiência de forma independente.

Quem não tem onde morar, possui à disposição dormitórios, lavanderia, cozinha, refeitório e sanitários. Na área da saúde, o ambulatório médico reúne equipe especializada, formada por profissionais como dentistas, pediatras, oftalmologistas, terapeutas, assistentes sociais, nutricionistas e farmacêuticos. Uma dedicada equipe de apoio completa o time com secretária, contador, administrador, telefonista, motorista, cozinheiro, zeladores e vigias noturnos.

O ICB é dirigido pelos Conselhos Fiscal e Deliberativo, que anualmente avaliam as contas e as atividades desenvolvidas pelos internos, e pela Diretoria Executiva, renovada a cada três anos, formada por voluntários. Eles são peças fundamentais para o trabalho realizado no instituto, de acordo com a presidente Heliana Diniz, que está no cargo desde setembro de 2015. “Graças a pessoas que acreditam e contribuem com nossos projetos, podemos proporcionar uma melhor qualidade de vida e promover a inclusão de pessoas com deficiência visual”, afirma.

Doações

Neste aniversário, o Instituto, mantido por doações e trabalho voluntário, pede ajuda para continuar trabalhando pela inclusão da pessoa com deficiência visual na sociedade. Para realizar doações de materiais de limpeza, produtos de escritório e alimentos não perecíveis, os interessados podem entrar em contato através do telefone (71) 3242-1073 ou pelo site do instituto. Entregas podem ser realizadas na sede, localizada na rua  São José de Baixo nº55, no Barbalho, Salvador - BA, CEP 40300-770. Aos interessados em colaborar em dinheiro, é possível realizar doações através das seguintes contas-correntes: 0402121-5, agência 3662-5, no banco Bradesco; 127.840-1, agência 3457-6, no Banco do Brasil; ou 29243-2, agência 8657, no banco do Itaú, CNPJ:15.208.044/0001-89. Para saber mais, acesse institutodecegosdabahia.org.br/colabore ou ligue para (71) 3016-8146.