Crescer rápido é um dos maiores desafios das startups, principalmente as ligadas ao B2C

      



Por Almir Neves
Recentemente estava em São Paulo, me locomovendo pelas ruas desta metrópole dentro de um carro conduzido por um motorista de aplicativo. E nesse curto trajeto, de cerca de 25 minutos, decidi passar o tempo contando as motos que passavam e que também estavam ligadas a Uber Eats, Rappi, ifood, James entre outros. No total, durante esse período, contei 23 motocicletas ou seja quase uma por minuto.

Volto uma semana no tempo e lembro do mesmo exercício que fiz com as bicicletas e patinetes compartilhadas, aqui então a conta foi muito superior e avistei centenas em poucos minutos.

Dentro dessas categorias, o crescimento acelerado é quase um imperativo para se manter vivo. A Yellow é um desses exemplos, que inclusive já barrou a chegada de players chineses, a briga no "moto entrega" já vitimou a Glovo, que resolveu sair do país e a briga entre os carros de aplicativo tem se concentrado entre Uber e 99.

Sou um entusiasta do mundo do software como serviço, conhecido como SaaS, principalmente por esse potencial de crescimento, muitas vezes global, que a tecnologia permite alcançar. O mundo está literalmente a um clique de distância.

Mas também no universo SaaS, o crescimento acelerado parece se tornou um imperativo de diferenciação e defesa de território. Captar rodadas de investimento cada vez maiores para continuar expandindo sua base de clientes, aumentar seus canais de aquisição e sonhar com mercados internacionais, está virando uma regra que nem sempre é saudável.

Crescer sem ter um bom produto, um claro "market fit" e sem garantias financeiras para cobrir um alto "burn rate" pode ser o fim de um sonho empreendedor, resultando no fim da sua empresa.

É preciso ter muita atenção a sede do crescimento a qualquer custo, mas no entanto eu também acredito que no mercado como um todo sempre teremos apenas dois ou três grandes players operando. Veja o case de Google, Facebook, LinkedIn, Twitter, Microsoft, Apple, AWS e outros tantos gigantes da tecnologia que sempre acabam competindo com pouquíssimas empresas.

Quando e o quão rápido crescer é o segredo para o sucesso de seu empreendimento digital!

Almir Neves acredita na inovação e nas novas tecnologias como potencial de disrupção de negócios e de vidas mundo à fora. Empreendedor serial, apaixonado por inteligência artificial é autor, palestrante e faz parte do conselho de startups. Ele é graduado em administração e especializado em negociação pela Universidade de Harvard. Possui MBA na FGV em general management e pós-graduação em finanças. Para saber mais, acesse http://www.linkedin.com/in/almirneves/ ou http://www.instagram.com/almirneves.oficial/