Modelo que acusa Neymar confirma que foi vítima de agressão e estupro

      



A estudante e modelo Najila Trindade Mendes de Souza, de 26 anos, que acusa Neymar de estupro falou pela primeira vez nesta quarta (5) e confirmou ao repórter Roberto Cabrini do SBT que foi vítima de agressão e estupro na noite do dia 15 de maio, quando se encontrou com o atacante em Paris.

“Fui vítima de estupro e agressão”, disse a modelo quando foi questionada pelo repórter se tinha participado de uma relação consensual com o atacante do PSG. “Quero que ele pague pelo que ele fez. Tenho certeza do que aquilo representou para mim. Ele me fez muito mal e eu sou afetada por isso até hoje. Eu sou livre, desimpedida, era um desejo meu estar ali. Ele não precisava ter feito isso”.


O ato
“Eu tinha um desejo de ficar com o Neymar e quando cheguei lá estava tudo bem, mas aí tudo mudou. Ele estava agressivo, totalmente diferente do cara que eu conheci nas mensagens. Até aí, tudo bem. Como eu queria muito ficar com ele, pensei ‘vou manejar aqui’. Começamos a trocar carícias e ele me despiu.. Aí depois ele começou a me bater, nos primeiros estava tudo bem. Ele continuou e ficou muito forte, então eu pedi para parar e ele aceitou”, disse Najila.

A modelo revelou que os dois divergiram sobre o uso de camisinha. “Eu falei ‘você trouxe?’, ele falou que não. Aí eu disse ‘Não vai acontecer nada além disso’”, afirmou a modelo. Perguntada sobre o que tinha acontecido depois disso, ela completou: “Ele não falou nada, a gente continuou, ele me virou, cometeu o ato, e enquanto ele cometia o ato, ele continuava batendo na minha bunda, violentamente”.

"Fiquei estarrecida depois que acabou. Não consegui xingar, falar nada para ele. Só fiquei em estado de choque. Quando ele foi para o banheiro, eu aproveitei e saí por outra porta", conta a modelo.

O dia seguinte
Sobre as mensagens trocadas no dia seguinte, Najila afirmou: “primeiro que eu tive que assimilar todo o acontecimento. Quando ele saiu do quarto, eu comecei a entender tudo o que tinha acontecido comigo e como ele foi estúpido, ruim e como ele me violou e me violentou. Aí eu quis fazer justiça, porque eu não acho que só porque eu estava afim, ele tinha o direito de fazer aquilo comigo. No primeiro momento, eu não consegui reagir devido aos traumas. E depois, eu sabia que se eu não falasse com ele normalmente, fingindo que eu não tinha entendido o que aconteceu, ele não iria mais falar comigo. Eu não teria como provar o que ele fez comigo”.

Relação com os advogados
Perguntada porque o primeiro advogado não acreditava que ela tivesse sido estuprada, mas sim apenas agredida, Najia respondeu: “Primeiro que ele não estava acreditando em mim. E eu senti preconceito da parte dele, que disse para mim que ‘eu dei porque eu quis e que não relataria isso porque viu as provas da agressão’”.

Sugestão de extorsão
Perguntada se tinha tentado extorquir Neymar, a modelo disse que da parte dela não aconteceu. "Comecei a desconfiar disso no momento em que ele [o primeiro advogado] não me deixava dar queixa". Najila confirmou que foi à polícia contra a vontade de seus advogados iniciais, ela afirma que foi por isso que ele decidiu abandonar o caso.

Quando o repórter perguntou se ela tinha conhecimento de um pedido de indenização ao Neymar e o pai dele, ela disse: "Ele [o advogado] só falou que faria uma reunião com os advogados dele para levar até eles o que estava acontecendo".

Processos
Najila foi questionada sobre uma ação de despejo com valor de 26 mil reais que circulou pela imprensa e pelas redes nos últimos dias. "Ação de despejo eu não estava sofrendo até o meu nome vir a público, né. Mas eu tinha um acordo para fazer, eu deixei acumular. É minha única dívida. E do colégio em que eu estava estudando, que por motivos pessoas eu tranquei", afirmou. Ela ainda confirmou que tem uma dívida de 4 mil reais com a faculdade.

Perguntada sobre a opinião de pessoas que acreditam que ela vê o caso como uma possibilidade de saldar suas dívidas, ela respondeu: "Olha, eu acho que teria uma forma mais fácil e mais rápida do que todo esse auê, todo esse escândalo. Acho que eu não preciso disso, de ir até o Neymar para conseguir dinheiro”.

Despesas da viagem
Ainda na entrevista, ela confirma que Neymar pagou as despesas com passagens e hospedagem, além de revelar sua motivação para viajar. “Era com intuito sexual, era um desejo meu e acho que ficou até claro para ele”, afirmou. Além disso, Najila disse que também levou dinheiro de seu próprio bolso.