Braskem faz acordo de leniência. Força-tarefa da Operação Lava-Jato transfere mais de R$ 600 milhões para a Petrobras e a União

         



O recurso veio após um de acordo de leniência com a empresa Braskem. O acordo foi assinado com a Controladoria-Geral da União e a Advocacia-Geral da União. 416 milhões serão destinados à União e 264 milhões à Petrobras.

A Braskem é uma empresa do setor petroquímico ligada ao Grupo Odebrecht.

Na decisão, a juíza federal Gabriela Hardt, afirma que a medida dá maior segurança às empresas que pretendem celebrar acordos de leniência.

Em nota da Lava Jato, os procuradores sustentam que a celebração de acordos de leniência sobre sanções de improbidade administrativa foi uma inovação promovida pela força-tarefa da operação Lava Jato. E que juntos com os acordos de colaboração premiada firmados são essenciais para a expansão das investigações e possibilitam ainda o ressarcimento de prejuízos causados aos cofres públicos.

O Ministério Público Federal afirma que o total de valores devolvidos pela Lava Jato por meio de acordos de leniência, colaboração premiada, um termo de ajustamento de conduta e uma devolução voluntária passa de a R$ 3 bilhões de reais.

Os procuradores informaram ainda que recursos que empresas e colaboradores já se comprometeram a restituir a entes públicos na Lava Jato ultrapassam 13 bilhões.