Homenageado na CMS, Antônio Pitanga celebra Estatuto da Igualdade Racial

         



O ator e ex-vereador do Rio de Janeiro, Antônio Pitanga, recebeu uma das maiores honrarias da Câmara de Salvador: a Medalha Zumbi dos Palmares. De iniciativa do presidente da Casa, vereador Geraldo Junior (SD), a entrega da condecoração aconteceu na tarde de ontem, dia em que completou 80 anos. "A coisa mais importante é a democracia. Se fez Justiça em um processo desse que joga por terra esse mito da democracia racial. É o reconhecimento de um movimento. Que todas as raças possam ler o que diz, entender e cumprir a lei", avalia.

"Esse filme achei que nunca ia ver de novo. Vivi já várias ditaduras, de Vargas e a volta dele, a intervenção do General Gaspart Dutra, o golpe de 64... Estamos vivendo uma história, que não é história da vovó, são coisas que foram vividas", avalia. "Não é risco de retrocesso. Já estamos no retrocesso. Não há luz no fim do túnel. Só não vê quem não quer. A gente tem que criar essa resistência. As pessoas estão anestesiadas. Na minha juventude não tinha, mas hoje existem outras ferramentas que dão velocidade [para circular a informação]. E as pessoas ainda não conseguiram ler essas ferramentas tão velozes. Está difícil. Quando digo isso, não é nenhuma crítica à juventude, mas o mundo mudou. O ciclo do fascismo e da direita está assumindo o mundo", lamenta.

O evento contou com a presença dos filhos do artista, Camila Pitanga e Rocco Pitanga, além de políticos como Alice Portugal, Daniel Almeida, Olívia Santana e a deputada federal do Rio de Janeiro, Benedita da Silva (mulher de Antônio). Representando o governador Rui Costa, esteve presente a secretária de Cultura do Estado, Arany Santana. Representando o prefeito ACM Neto, esteve presente o presidente da Fundação Gregório de Matos, Fernando Guerreiro.

Emocionada, Camila homenageou o pai. "Meu pai recebeu todo tipo de dor que todo preto retinto recebe neste país. Ele teve portas fechadas", lembrou. "Meu pai é esse preto vencedor, de tudo o que ele está conquistando, recebendo essa homenagem na própria casa. Ele me inspira. (...) Meu é essa pessoa que sempre está com um sorriso generoso e aberto para as pessoas".

A deputada federal Benedita da Silva, madrasta de Camila e Rocco, foi homenageada pela enteada. Em seu discurso, a parlamentar carioca destacou a trajetória do marido. "É muita emoção, porque homenagear Pitanga é uma coisa extraordinária", destacou. Antônio Pitanga foi o último orador e agradeceu a homenagem. "É um caminhão, uma lagoa, um mar de emoções. São multidões que estão dentro de mim gritando".
*Da Tribuna