Jacó diz que vazamento de mensagens da Lava Jato reforça inocência de Lula

      



O deputado estadual Jacó (PT) também comentou, nesta segunda-feira (10), o vazamento pelo site The Intercept das conversas entre o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e o procurador Deltan Dallagnol na Operação Lava Jato. "Por onde andei nestes últimos tempos, sempre dizia que Lula é inocente e que tramaram contra o maior líder popular vivo para tirá-lo das eleições de 2018". 


Vice-líder da bancada do PT na Assembleia Legislativa da Bahia, Jacó tem repetido que se trata de uma "farsa" a condenação de Lula e que o ex-presidente é um preso político. Quando assumiu o mandato na Alba, acrescentar o "Lula da Silva" em seu nome foi, mais que uma homenagem, uma forma de denunciar o sequestro político-judicial do ex-presidente.

De acordo com a reportagem do The Intercept, o jornalista Glenn Greenwald teve acesso a documentos inéditos que mostram que Moro, na época juiz responsável pela Lava Jato em Curitiba, orientou o procurador Deltan Dallagnol nas investigações.