URUGUAI E JAPÃO EMPATAM EM JOGÃO E AS MENINAS BRASILEIRAS PEGAM A FRANÇA

         



Por Zedejesusbarreto
No melhor, mais dinâmico e ofensivo jogo até agora da Copa América, com quatro gols, o Uruguai empatou com o Japão, que foi prejudicado pela arbitragem argentina.

Os uruguaios foram a quatro pontos, o Japão fez um. Nesta sexta à noite, na Fonte Nova, Equador x Chile, também pelo Grupo 3, fechando a 2 ª rodada da competição.

*

E pela Copa do Mundo de Futebol Feminino, definidos os confrontos das oitavas de final, as brasileiras pegam as francesas, donas da casa, no domingo. Parada duríssima.

**

Jogão de bola

Uruguai 2 x 2 Japão, Arena Grêmio (34 mil pagantes), pela segunda rodada do Grupo 3.

 

Bola rolando ...

- O jogo começou animado, os vividos uruguaios tendo trabalho com a velocidade e a aplicação dos japoneses, ousados. Aberto, ofensivo.

- Com um minuto Suarez tentou por cobertura do meio campo e por um palmo não fez um gol histórico; a bolo cobriu o goleiro Kawashima e caiu na rede presa no travessão. O Japão respondeu, assustando num contragolpe, um minuto depois. Aos 12, Cavani cruzou e Suarez testou forte para defesa do goleiro asiático.

- Gol ! 1 x 0 Japão, Hiroshi, aos 24minutos. Lançamento longo nas costas do lateral esquerdo uruguaio que sentiu a coxa e não conseguiu alcançar o veloz Hiroshi que invadiu a área pela direita e encheu o pé.

- Dois jogadores uruguaios lesionados (músculos estourados) antes dos 30 minutos. E os japinhas a correr, nem aí ...

- Aos 28’ o árbitro, com a ajuda do VAR, viu pênalti numa ‘chupeta’ do becão japonês em Cavani, na hora do arremate, dentro da área. Não achei, mas ... o árbitro interpretou diferente.

- Gol ! 1 x 0, Suarez bateu a penalidade com perfeição, forte, no canto, e empatou. Aos 31’.

- Aos 35’, Cavani tentou do meio da rua, um chutaço, e acertou o travessão japonês. A Celeste em cima, na cadência, trocando passes, chegando... e os asiáticos marcando, formigando em campo, assustando na correria, mais jovens, cheios de vontade.

Justo placar de empate na primeira etapa. Os ‘cascudos’ uruguaios contra a juventude ‘japa’. Bom de ver.

*

Etapa final :

- No primeiro minuto, pênalti claro em Nakajima, derrubado na área após um drible em Gimenez, e sairia de cara com o goleiro. O árbitro argentino fez que não viu, descaradamente, nem quis ver o VAR. O Japão garfado.

- Aos 5’, a vez de Suarez; tentou de canhota mas errou o alvo. Aos 8, o Japão desperdiçou boa chance; aos 9’, Cavani recebeu de Suarez, de cara, mas parou no goleiro. Lá e cá. Ritmo bom.

- Gol ! 2 x 1 Japão ! Hiroshi, aproveitou um rebote do goleiro Muslera, após jogada rápida de fundo, pela esquerda, e o chute cruzado baixo; aos 13’. Surpreendentes os ligeiros asiáticos. Show !

- Com o placar adverso, os vizinhos do Sul lançaram-se à frente, em bloco. Mas ficam vulneráveis aos contragolpes velozes. Aos 16’, Suarez disparou, goleirão japonês espalmou.

- Gol ! 2 x 2, Gimenez, de cabeça, escorando cruzamento de escanteio da esquerda, antecipando-se à marcação. Aos 20 minutos.

- Pressão uruguaia. Os japoneses se defendem com garra, marcam o campo inteiro, disputam cada lance. Jogão ! Aos 34’,cabeçada de Suarez no travessão de Kawashima. Suarez ainda tentou duas finalizações no final, mas ... deu mesmo o empate, justo.

*

Destaques

Dá gosto ver jogar o zagueiro Godin, os atacantes Suarez e Cavani. Craques.

Grande atuação coletiva do Japão. O craque da equipe é o camisa 10, Nakajima; rápido, ousado, inteligente.

**

Na sexta, fechando a segunda rodada, Grupo 3, Equador x Chile, na Fonte Nova, às 20h.

*

Mundial Feminino

Definidos os confrontos das oitavas de final. O Brasil enfrenta a França, anfitriã, no Stade Ocenan, em Le Havre, domingo, dia 23, às 16 h.

Caso vença a França, as meninas brasileiras encaram as vencedoras de EUA x Espanha.

 

**