A SAGA DO PINTO

         



Por Henrique Ribeiro
I

A força da gravidade
Agrava com a idade
O peso do pinto
Faz o pinto descer
Acaba com a vaidade
A força da gravidez
Exige o pinto subir
Não só por prazer
II
Com excesso de álcool
A gravidade cresce
O pobre do pinto desce
Sofre e compadece
III
O excesso de fumo
Prejudica o pulmão
Faz o pinto dizer não
O Viagra eleva o pinto
E favorece o pulmão
Ameniza esta situação
-----------------------------------
Poeta e cardiologista