Aischa Schut e Blues Sessions se apresentam no Solar Music Festival

         



A quinta edição do Solar Music Festival continua no mês de julho com o melhor da música instrumental baiana, sempre às quintas e sextas, 20h30, no Solar Rio Vermelho e às quintas, 18h, no Solar Graça. O projeto musical que consolidou o Restaurante Solar como um espaço aberto aos artistas da cena musical independente da Bahia traz novidades para o mês do inverno, entre eles a holandesa Aischa Schut. O Festival que ocorre até o final do ano, já contou em julho com as apresentações de Eric Assmar, Bruna Barreto, Candice Fiais e Ivan Sacerdote.

 

Nesta semana, o Solar Music Festival recebe Aischa Schut com um repertório que inclui jazz, soul e funk e Blues Sessions - com Júlio Caldas, Frank Negrão e Uirá Nogueira, respectivamente nos dias 18 e 19 no Solar Rio Vermelho, a partir das 20h30. O Solar Graça traz no dia 18 (quinta), a partir das 18h, a música instrumental brasileira de Artur Carneiro e Banda.

 

Aischa Schut é cantora original de Amsterdam, Holanda. Depois de 10 anos de idas e vindas, hoje, mora no Brasil. Desde pequena se encanta pelo jazz, soul e funk e, mais recentemente, pela música brasileira em suas variadas vertentes. Ainda em Amsterdam teve sua própria banda com a qual tocava em eventos e boates. Na Bahia, fez aparições na Jam no MAM, e apresentações no Tom do Sabor, D’Venetta e no Festival de Jazz do Capão e agora faz sua estreia no Solar Rio Vermelho no dia 18, às 20h30.

 

No dia 19, no mesmo horário, o Solar Rio Vermelho apresenta a Blues Sessions com Júlio Caldas, Frank Negrão e o baterista Uirá Nogueira, com músicas autorais e releituras de clássicos do blues como BB King, Eric Clapton. Júlio Caldas é produtor musical, multi-instrumentista e tem cinco discos lançados, o mais recente Blues Baiões e Psicodelia.

 

Na Graça, o Solar Music Festival traz no dia 18, Artur Carneiro e Banda, a partir das 18h. Eles apresentam repertório que passa por Cartola, Hermeto Pascoal, Mayra Andrade, Tom Jobim, além de clássicos do jazz e composições próprias com voz, flauta, teclado, baixo acústico e bateria.

 

O Solar Music Festival é uma iniciativa totalmente independente. A chef Andrea Nascimento e curadora do festival comemora a quinta edição do projeto. “Eu não entendo apenas de comida, a música sempre fez parte da minha vida e é um prazer abrir nossas duas casa para músicos tão talentosos. Além disso, Maíra e eu sempre procuramos fazer do Solar um point de cultura, onde as pessoas vão para comer e também se divertir”, completa.

 

O Solar Rio Vermelho tem parceria com o Estacionamento do OuroCar, localizado no antigo Hotel Pestana, onde o cliente paga valor fixo pela hora estacionada. Nas duas unidades do Restaurante Solar, Rio Vermelho e Graça, o couvert artístico é de R$15 (quinze reais) por pessoa.

 

Solar Music Festival - Programação Julho

 

Solar Rio Vermelho

Quintas e Sextas - 20h30

18/07 - Aischa Schut (jazz, soul e funk)

19/07 - Blues Sessions - com Júlio Caldas, Frank Negrão e Uirá Nogueira

25/07 - Bago de Jazz (jazz e bossa jazz)

26/07 - Horácio Barros Reis e Ricardo Cabo (música instrumental)

 

Solar Graça

Quintas-feiras - 18h

18/07 - Artur Carneiro e Banda (música instrumental brasileira)

25/07 - Duo Armorial - com Daniel Neto e Júlio Caldas (música instrumental brasileira)

 

Sobre o Solar

Há uma década, o Solar atua na área da gastronomia, atendimento a la carte, eventos de pequeno e grande porte. São dois espaços: Rio Vermelho, na rua Fonte do Boi, e no Palacete das Artes, um dos marcos arquitetônicos da cidade, locais onde é possível apreciar o melhor da gastronomia contemporânea em ambientes charmosos e com muita história. Com o cardápio da chef Andréa Nascimento, o Solar tem sua marca reconhecida pela qualidade no atendimento. Eleito pela Revista Veja Comer e Beber Salvador por 08 anos consecutivos como um dos destaques gastronômicos de Salvador, o Solar restaurante foi destaque no Guia 4 Rodas e no Bahia International Guide.