CHEGOU A HORA DA 3ª FLIPELÔ - FESTA LITERÁRIA INTERNACIONAL DO PELOURINHO

         



De 7 a 11 de agosto o Centro Histórico de Salvador se enche de vida. É a 3ª Festa Literária Internacional do Pelourinho - FLIPELÔ que tem como mote privilegiar a arte da literatura, E como homenageado o Poeta Castro Alves. A FLIPELÔ, uma realização da Fundação Casa de Jorge Amado, ganha as ruas, largos, praças e casarões do Centro Histórico e promove, em  diversos  espaços do local, de forma absolutamente gratuita,  uma ampla programação com mais de 100 atividades. Nos cinco dias do evento são esperados cerca de 80 mil participantes, apaixonados pelo mundo das palavras. Autores locais, nacionais e internacionais estarão em contato direto com o público em mesas de debates, bate-papos com jovens, lançamentos de livros, saraus de poesia e slans e na programação infantil.

Haverá também exposições, apresentações teatrais e musicais e, novamente, após enorme sucesso, a Rota Gastronômica Amados Sabores, que terá como tema “Amado Recôncavo”, com pratos inspirados no livro "A Cozinha Praiana da Bahia" de  Guilherme Radel. A Rota contará com a participação de 27 restaurantes do Centro Histórico, que produzirão pratos com preços entre R$ 19,90 e R$ 49,90.

Nos dias da Flipelô haverá uma programação paralela, a Flipelô+, promovida por instituições com sede no Centro Histórico e mais de 50 lojas da região oferecerão descontos nas compras realizadas durante os cinco dias do evento. Nas ruas, monitores treinados cuidarão da orientação ao público.

A 3ª edição da Festa Literária Internacional do Pelourinho, a FLIPELÔ 2019, conta com o patrocínio do Ministério da Cidadania e Secretaria Especial da Cultura, do Banco do Nordeste do Brasil e TPC Logística, por meio da Lei de incentivo à Cultura,   da Bahiagás. O evento tem ainda o apoio do Shopping da Bahia, correalização do SESC, produção da Sole Produções e realização da Fundação Casa de Jorge Amado.

A Fundação Casa de Jorge Amado é mantida com apoio do Fundo de Cultura do Estado da Bahia e é considerada um ponto de referência na geografia cultural de Salvador.