O BAHIA EMPATOU EM CASA E O LEÃO VENCEU EM MACEIÓ

         



Por Zedejesusbarreto
Foto: Romildo de Jesus
Com um atleta a menos em campo desde os sete minutos e vários desfalques na escalação da equipe o Bahia saiu perdendo mas buscou na raça um empate, contra o Goiás ( 1 x 1 ) na Fonte Nova numa tarde fria de domingo invernoso. Com 21 pontos ganhos, o Bahia está na 10ª posição na tabela de classificação.

*

Em Maceió, contra o CRB, o Vitória, mesmo sem empolgar, ganhou sua primeira partida fora de seus domínios neste ano: 1 x 0, gol de pênalti. Ufa ! Com o resultado, a equipe rubro-negra chega a 17 pontos e sai, enfim, da chamada zona do sufoco. Pelo menos até quarta-feira, quando recebe o América (MG), que é o primeiro dentro da zona de rebaixamento, também com 17 pontos, na Toca/Barradão.

**

Classificação

Na Série A, os seis primeiros são : Santos (32 pontos), Flamengo e Palmeiras (30), Atlético (MG), São Paulo e Corínthians (27 pontos)

Na Série B, os quatro primeiros: Bragantino (31 pontos), Coritiba (29), Atlético Goianiense com 28 pontos e Ponte Preta (26).

Na rabada: América (MG) e Criciuma com 17 pontos, São Bento (16) e Guarani (13)

**

Série A/ o empate Tricolor

- O Bahia escalado com desfalques; sem Nino Paraíba, Gregore, Ramires e Gilberto. Público bom na Fonte Nova para a tarde invernosa de domingo. O Goiás todo de branco e o Bahia todo azulão. O gramado com um visual feio do lado oeste, defronte das cabines de transmissão, bem danificado em função do desgaste dos shows musicais.

*

Com a bola rolando...

O Tricolor, em casa, começou em cima, apertando, mas ...

- Logo aos 7 minutos, o árbitro Clauss expulsou o lateral Moisés, com o auxílio/deduragem do VAR, após uma falta no meio campo. Um rigor absurdo, numa bola dividida, no chão, sem maldade. Minutos depois, aconteceu o mesmo tipo de falta, agora em favor do Bahia e ele nem consultou o VAR. Deu só o cartão amarelo para o atleta de Goiás. Critérios diferentes?

Em função da expulsão, Roger trocou jogadores e mudou o jeito de jogar: saiu o velocista avante Elber e entrou o lateral Geovani para recompor o setor defensivo. O Tricolor ficou, pois, com um atleta a menos desde cedo.

- Mesmo assim, o Bahia não abdicou de atacar, manteve o ritmo ofensivo e aos 20 após uma tabela com Fernandão, Artur quase abriu o marcador. Aos 26’, um chutaço de Lucca, de longe, para a espalmada do goleiro Tadeu, no rodapé.

- Gol ! Goiás 1 x 0, aos 33 min. Escanteio, bola alçada, Fábio Sanches subiu mais que Lucas Fonseca, na linha da pequena área, e testou forte. A única chance da equipe visitante nessa etapa do jogo.

O Bahia foi melhor, chutou mais no arco adversário, mas o Goiás achou o gol numa cobrança de escanteio, um cochilo na marcação.

*

O Goiás voltou dos vestiários forçando, acuando, aproveitando-se da superioridade numérica em campo, sem deixar o Bahia respirar.

- Aso 3’, Marlone ganhou no alto de Lucas Fonseca e testou com perigo. Aos 11’, Roger Machado tirou o lateral Ezequiel, com cartão amarelo e lançou o meia Guerra. Flávio foi deslocado para o lado direito.

- Aos 14’, após cruzamento de Lucas, da esquerda, Fernandão testou no canto, no chão, para defesa salvadora de Tadeu. Minutos depois, Guerra levantou e Fernandão testou raspando. O Tricolor em cima, buscando o gol de empate.

- Aos 18’, num contragolpe pela direita, Rafael Moura entrou livre, de cara, mas errou o alvo.

- Gol ! 1 x 1 Bahia, aos 25 min. Guerra, pegando de prima, de canhota uma sobra na área, após bola alçada na área por Artur, Fernandão e Juninho ganharam no alto e a defesa goiana não resolveu. Justo pelo que acontecia em campo.

- O gol levantou a torcida e a equipe foi pra cima. Aos 29, Artur fez boa jogada pela direita mas errou na finalização.

- O Goiás tentou acuar, alguns atletas do Tricolor já demonstrando cansaço, natural, pela correria no 10 contra 11. Aos 42’, Douglas trabalho bem na bola alçada na pequena área. Aos 43’, o chute de longe de Marlone, fora. A resposta, logo depois, com o chute de Artur por cima. Aos 46’, novamente Marlone, de fora, assustando. Aos 48’. Douglas espalmou cobrança de falta perigosa.

Muito suspense e perigo, jogo aberto até o final.

*

Destaques & detalhes

- Uma semana de homenagens. O Conselho Deliberativo do clube deu a comenda Waldemar Costa ao jornalista e escritor, Nestor Mendes Jr, autor de um belíssimo livro contando as glórias do Tricolor. Homenageados também pelos serviços prestados o zagueirão Henrique, campeão brasileiro em 59, ainda vivo, uma lenda; e o atacante Marcelo Ramos, 128 gols feitos com a camiseta tricolor.

Em campo, vale elogiar a vontade, a dedicação da equipe correndo até o final com um a menos em campo. Douglas seguro; Ronaldo fez boa estreia, Flavio correu muito, Lucca também. Artur criou mas mostrou-se guloso demais nalguns lances. Deu certo a substituição feita por Roger, pondo Guerra em campo.

*

Ficha técnica

Bahia – Douglas, Ezequiel, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés; Ronaldo, Flávio e Elber; Artur, Fernandão e Lucca. Treinador: Roger Machado.

Goiás – Tadeu, Yago, Hermes, Rafael Vaz e Jeferson; Yago, Jean Carlos e Fábio Sanches (Marlone); Michael, Rafael Moura e Barcia. Treinador, Ney Franco.

Arbitragem de Raphael Claus (SP) . Inseguro. Um rigor sem justificativas na expulsão do lateral Moisés no começo da partida.

 

Na próxima rodada, a 16ª, o Tricolor encara o Atlético (o Galo de Minas) em BH; sábado, 11h.

**

Série B

O Leão, enfim, venceu a primeira fora de casa. O jogo foi no estádio Rei Pelé, em Maceió/AL, abrigando um bom público. O Vitória de branco, o CRB de vermelho

*

Bola rolando

Muito equilíbrio. O CRB, em casa, atuando mais no campo adversário. O rubro-negro não conseguia encaixar o contragolpe. Os alagoanos pareciam melhor, mas...

- Aos 40’, num raro lance de área em favor dos baianos, Caicedo livrou-se do goleiro, foi tocado e o árbitro de pênalti.

- Gol! 1x 0 Vitória, Gedoz, batendo a penalidade com classe, deslocando o goleiro. Aos 43’.

Já nos acréscimos, Caicedo arrancou pela direita, levou a marcação, encarou mas o goleirão Vinícius saiu, fechou o ângulo e evitou o gol. O Leão cresceu no final da primeira etapa.

*

- O Leão, com a vantagem no placar, voltou fechadinho, apostando no contragolpe, marcando muito no meio campo, suportando bem a pressão total da equipe rubra da casa. E teve algumas poucas e boas chances de gol, embora o CRB tivesse atacado muito mais. Mas cadê competência?

Ótimo resultado.

 

*

 

Destaques & detalhes

- Os treinadores, Amadeu e Chamusca são amigos de longa data, de criança; estudaram juntos e começaram/trabalharam juntos nas bases rubro-negras.

- O CRB parece uma sucursal do Leão. Além do treinador, Victor Ramos, Bryan, Willie... e mais Wesley Dias, Guilherme Costa, Leo Ceará, William Santana ... todos passaram pela Toca, pelo Barradão.

- Bom jogo defensivo do rubro-negro, não sofreu gol, zaga e goleiro seguros. Gedoz e Caicedo os melhores do meio pra frente.

 

*

Ficha técnica:

- CRB : Vinícius Silvestre, Daniel Borges, Wellington Carvalho, Victor Ramos e Igor; Claudinei, Lucas, Hugo Sanches e Bryan; Alisson Faria (W Barrios) e Willie. Treinador, Marcelo Chamusca.

- Vitória : Martin Rodrigues, Van (Uélisson), Ramon, Everton Sena e Capa; Baraka, Lucas Cândido e Gedoz (Lucas); Weslei, Anselmo Ramon (Heron) e Caicedo. Treinador, Carlos Amadeu.

Arbitragem paulista; Salim Chavez no apito.

 

*

Pela rodada 17ª, o Vitória recebe na quarta-feira à noite, no Barradão, o América (MG)

 

**

Jogos da 15ª rodada/Série A

- No sábado : Corínthians 2 x 0 Botafogo; Fortaleza 0 x 1 Internacional; Vasco 1 x 4 Flamengo;

Athlético (PR) 1 x 0 Atlético Mineiro; Grêmio 0 x 1 Palmeiras.

- No domingo : Cruzeiro 2 x 0 Santos ; São Paulo 1 x 0 Ceará; Fluminense 0 x 1 CSA

Às 19h, Chapecoense x Avaí.

 

**

Seleção brasileira

Tite convocou essa semana os jogadores que vão disputar dois amistosos, dias 6 e 10 de setembro nos EUA/ Miami e Los Angeles, contra as seleções da Colômbia e do Perú. Mesmo há meses sem jogar, escanteado pelo PSG - clube a que está vinculado sob contrato -, vaiado pelos torcedores parisienses e atolado em problemas pessoais fora de campo, Neymar foi convocado pelo treinador. Para muitos, Neymar hoje é mais problema do que solução.

A lista: Goleiros – Éderson, Wéverton e o novato Ivan (jovem da Ponte Preta); laterais pela direita – Daniel Alves e Fagner; pela esquerda- Jorge (do Santos, novidade) e Alex Sandro; zagueiros de área – Thiago Silva, Militão, Marquinho e um certo Samir (estreante); apoiadores – Casemiro, Artur, Fabinho e Allan (esse Allan joga menos que Gregore); armadores – Phillipe Coutinho e Paquetá; atacantes – Neymar, Neres, Richarlison, Firmino, Vinícius Jr (novidade, do Real Madrid) e Bruno Henrique (novidade, do Flamengo).

*

Para a sub-23, a pré-olímpica, que faz dois amistosos em São Paulo, dias 5 e 9, contra Colômbia e Chile, foi convocado o avante Artur, que joga pelo Bahia (emprestado do Palmeiras). Desfalque do Tricolor em uma ou duas rodadas do Brasileirão.

**