BAHIA ABATE O GALO E ENFIM VENCE FORA DE CASA

         



Por Zedejesusbarreto
Uma aula de aplicação tática e dedicação. Assim poderíamos resumir o primeiro triunfo do Bahia longe de sua torcida nesse Brasileirão /2019. Fez 1 x 0 no Atlético Mineiro, com mais um gol de Gilberto, uma atuação de gala do goleiro Douglas e muita vontade em campo. Ótimo resultado.

Assim, o Tricolor chega a 24 pontos ganhos e acabou a partida em 8º lugar na tabela de classificação, mas a rodada apenas começou. De todo modo, o resultado mostra que é possível ganhar fora, sonhar com algo mais na competição; dá confiança para encarar qualquer adversário de igual pra igual.

*

Pré-jogo

Estádio Independência, Belo Horizonte, bom público na manhã de sol, o Galo com uma equipe mista, invicto este ano dentro de seus domínios, e o Tricolor querendo vencer a primeira fora de casa. O Atlético MG em quinto lugar, com 27 pontos, e o Bahia em 10º com 21.

*

Com a bola rolando ...

- A partida começou muito estudada, equilibrada, as duas equipes pondo a bola no chão, tentando evoluir trocando passes.

- A primeira chegada forte do Bahia aconteceu aos 13’, numa cobrança fechada de escanteio da esquerda; Lucca tentou o gol olímpico, obrigando a espalmada difícil do goleiro Claiton.

- Gol ! 1 x 0 Bahia ! Gilberto, escorando ótimo cruzamento rasteiro da direita de Nino Paraíba, após uma blitz tricolor, aos 20 minutos.

- Aos 21’, o Galo respondeu com boa jogada individual de Geovânio pela direita, levando a marcação e arrematando enviesado para boa intervenção de Douglas. Aos 23’, noutra jogada de Geovânio, Alerrandro arrematou de frente e Douglas trabalhou bem, de novo.

- O Galo reage, partiu pra cima, forçando, retendo mais a bola. O Bahia resiste, mais encolhido, e fustiga nos contragolpes. Bom duelo. Aos 40’, em ótima cabeçada de Alerrandro, na linha da pequena área, Douglas fez defesa espetacular, salvando o que seria gol do empate.

Uma primeira etapa equilibrada. O Atlético teve mais posse de bola mas o Bahia fez 1 x 0, marcou bem, foi perigoso nos contragolpes e Douglas fechou atrás. Nenhum cartão amarelo, jogo leal, na bola.

*

- Sol de meio dia esquentando, calor subindo, ritmo menos intenso, o torcedor cobrando, o Galo em cima, o Bahia fechadinho, na moita. Assim começou a segunda etapa.

- Aos 11’, Lucca tabelou com Gregore e tentou o canto mas o goleiro Claiton espalmou no rodapé. O Galo cisca, cerca, mas bica pouco. O Tricolor cerca, marca, espera o momento do bote... tempo passando, 25 minutos.

- Fernandão em campo, substituiu Gilberto; no Galo, saiu Luan, entrou Terans. Aos 37’, saiu Ronaldo, exausto, entrou Guerra. O Bahia gastando tempo, segurando, travando o ritmo. O Galo tentando, já no desespero, em bolas alçadas, tentando catimbar no final, fazendo pressão também sobre a arbitragem.

E o Bahia venceu sua primeira partida fora de casa!

*

Destaques

O goleiro Douglas foi fundamental, sobretudo na primeira etapa. Bem Nino, melhor que Geovani que teve muito trabalho. Juninho melhor que Lucas. Muita luta de Flávio, de Ronaldo, e muita bola de Gregore. Artur e Lucca táticos e Gilberto, artilheiro.

No Galo, o melhor foi Luan; como corre o campo inteiro !

*

Ficha Técnica

- Atlético MG : Cleiton, Guga, Leonardo, Igor Rabello, Lucas Hernandez; Zé Wélisson, Nathan, Otero (Maicon Bolt) e Luan (Terans); Alerrandro (Di Santo) e Geovânio. Técnico, Rodrigo Santana.

- Bahia : Douglas, Nino, Lucas Fonseca, Juninho e Giovane; Gregore, Flávio, Ronaldo (Guerra); Artur, Gilberto (Fernandão), Lucca (Elber). Treinador, Roger Machado.

No apito, Rodolpho Marques (PR)

 

**

O próximo jogo do Bahia, já pela 17ª rodada, será no sábado, 17 h, na Fonte Nova, contra o CSA de Alagoas.

**