VITÓRIA VENCE O VILA NOVA E RESPIRA MAIS ALIVIADO

         



Por Zédejesusbarreto
O triunfo fora de casa (2 x 0) chegou em boa hora. O Leão foi objetivo na primeira etapa, fez dois gols nas oportunidades que criou. Na segunda etapa soube se defender, administrou bem a vantagem e contou com a sorte também (duas bolas na trave).

Um resultado mais que importante, que dá confiança aos atletas, ao torcedor, e esperança numa possível arrancada daqui pra frente. Mais que tudo, três pontos conquistados que levam a equipe a 24 ganhos, agora em 14º lugar. Ufa!

*

Preliminares

- Abrindo a 21 ª rodada, Estádio Olímpico de Goiânia (GO), tempo seco, temperatura agradável; ambos os times com 21 pontos, um dentro e o outro na porta da zona do rebaixamento, no grupo dos seis últimos na tabela de classificação.

- Essa rodada continua ainda na quinta, sexta, sábado e só se encerra no domingo. Muitas águas a rolar.

- O Vila de camisetas vermelhas e calções brancos; o Leão de camisas brancas e calções pretos.

*

Com a bola rolando...

- Joguinho murrinha, muitos passes errados, chutões e cai-cai; até os 25 minutos, nenhum chute em gol, então...

- Gol ! 1 x 0 Vitória. Escanteio da direita, a zaga goiana rebateu mal, para frente da grande área, Wesley pegou livre o rebote, ajeitou e bateu forte, a bola desviou na zaga e matou o goleiro Rafael. Aos 27 minutos, na primeira tentativa dos baianos.

- O Leão, que estava muito atrás, animou-se com o gol, ficou mais solto, mais confiante, atuando mais à frente. E o gol em casa forçou também o Vila Nova a sair pro jogo, se arriscar mais. Com isso, melhorou a partida.

- Gol ! 2 x 0 Vitória, aos 39 min. Boa evolução de Wesley pelo lado direito, em velocidade, tabelando com Anselmo Ramon que o serviu de calcanhar; Wesley ficou de cara e definiu. Boa trama coletiva.

Muito bom o resultado na primeira etapa. O jogo era morno, fraco e equilibrado até o primeiro gol, que mudou o panorama. O Leão acreditou e o time da casa sentiu a pancada, afrouxou a pegada, descuidou-se da marcação. Levou o segundo gol, numa bela jogada do rubro-negro e o torcedor goiano começou a vaiar... Tudo favorecia o time baiano num duelo de seis pontos.

*

- A equipe da casa, levando 2 x 0, voltou dos vestiários com duas alterações ofensivas: as entradas de Carlinhos e Mailson nos lugares de Benitez e Ramon. E o Vila foi pra cima, inteiro, pro tudo ou nada, forçando, brigando mais pela bola.

- O Leão ficou na moita, fechadinho, inteiro atrás, defendendo-se e esperando para definir numa jogada de contragolpe em velocidade, apanhando a defensiva contrária aberta. Era a proposta tática.

- Pressão total dos goianos, as chances de finalizar aparecendo, mas...

Aos 12’, Ronaldo fez a primeira intervenção salvadora, espalmando um chute enviesado, de longe, que o atacante Carlinhos desviou de cabeça. Aos 15’, novamente Ronaldo espalmou um tiro cruzado. E a cada defesa o goleiro caía no gramado, alegando ter se machucado, ganhando tempo, óbvio. Todos do Vila no ataque, todos do visitante na proteção da área, safando-se.

- Para sair um pouco do sufoco, Amadeu trocou o apoiador Rodrigo Andrade pelo avante Felipe Garcia. Depois, trocou Gedoz por Chiquinho. E já no final, pôs Leo Gomes, fechando tudo, no lugar do veloz Wesley.

- Aos 21’, após cobrança de falta larga, alçada na área baiana, a zaga não resolveu, Ronaldo não alcançou e a trave salvou. Aos 26’, após cruzamento da direita, o avante Maílson atirou-se na bola, na pequena área, mas não alcançou.

- Sem êxito nas tentativas, o Vila arrefeceu o ímpeto, foi perdendo as forças, não conseguia mais penetrar nem finalizar e o Leão administrou o resultado, prendendo a bola, deixando o tempo passar, sem correr grandes riscos.

- Aos 44’, outra tentativa do Vila numa cobrança de falta de Alan, forte, para a rebatida de Ronaldo. Aos 49’, no último lance, cruzamento da esquerda, cabeçada de Carlinhos, na trave, com Ronaldo espiando.

Sorte rubro-negra, bom triunfo do Leão, respirando melhor agora, um pouco mais distante da zona de perigo.

*

Destaques

Atuações seguras do goleiro Ronaldo e dos zagueiros Ramon e Éverton Sena. O meio campo lutou mais do que criou. Na frente, Anselmo teve ótima participação no segundo gol e Wesley foi ‘o cara’, dois gols, decidiu.

O Vila é uma equipe desarrumada, com jogadores lentos e um futebol pouco objetivo. Não à toa está na zona.

*

Escalações

- Vila Nova : Rafael, Jeferson, Wesley Matos, Jussani e Romário; Ramon (Mailson), Edinho e Alan Mineiro; Robinho, Benitez ( Carlinhos) e Gustavo Henrique. Treinador, Marcelo Cabo.

- Vitória : Ronaldo, Mateus Rocha, Éverton Sena, Ramon e Capa; Baraka, Lucas Cândido e Rodrigo Andrade e Gedoz; Wesley e Anselmo Ramon. Treinador, Carlos Amadeu.

Arbitragem paulista; Leandro Marinho no apito.

 

*

Pela rodada 22, o Vitória recebe o Guarani de Campinas (SP) no sábado, dia 14, às 16h30, no Barradão.

 

**

Duelos contra Colômbia

- A Seleção principal do Brasil joga um amistoso contra a Colômbia na sexta-feira à noite, em Miami/EUA. É o primeiro jogo da equipe de Tite depois da conquista da Copa América.

O time deve contar com a volta de Neymar, que está há meses sem jogar, machucado e em litígio com o PSG, o time francês com o qual tem contrato a cumprir, mesmo a contragosto. Com Neymar o time piora ou ... Veremos.

- A seleção pré-olímpica (sub-23) joga na quinta-feira, no Pacaembu, contra o time equivalente da Colômbia. Artur, o avante (palmeirense) que atua pelo Bahia, marcando presença, querendo espaço.
*Foto: EC Vitória