Setembro Amarelo | CCR Metrô Bahia e CVV se unem para promover ações de valorização da vida

         



A CCR Metrô Bahia e o Centro de Valorização da Vida (CVV) de Salvador se uniram para promover ações de valorização da vida durante o Setembro Amarelo e desmistificar tabus relacionados ao suicídio. A parceria visa alertar para os sinais e, principalmente, oferecer ajuda àqueles que precisam, no lugar que estiverem, mesmo que seja de passagem por uma estação. A campanha vai disponibilizar o contato direto do CVV com o público através de uma programação que inclui apoio emocional, atividades artísticas e culturais e serviços de saúde no metrô.

As ações terão início na próxima segunda-feira (9), com o serviço de Plantão de Escuta, na Estação Imbuí de Metrô. Na terça (10), o plantão será realizado em Acesso Norte; na quarta (11), em Mussurunga; na quinta-feira (12), em Rodoviária e na sexta-feira (13), em Lapa. Os atendimentos serão feitos por voluntários identificados com camisetas do CVV, que estarão à disposição para conversar de forma anônima, sigilosa e sem julgamentos. O serviço de apoio emocional será oferecido sempre das 8h às 10h e das 17h às 19h.

De acordo com o gestor de Atendimento e Operação da CCR Metrô Bahia, Leonardo Balbino, a parceria é importante para disseminar o tema que, atualmente, é considerado um grave problema de saúde pública. “Queremos formar uma teia de conhecimento e dar embasamento para que o tema seja discutido em casa, nas escolas e nas organizações. Se cada um dos nossos 370 mil clientes for impactado com essa ação, conseguiremos atingir um número ainda maior de pessoas. O nosso objetivo é unir forças e fazer a diferença na vida de quem mais precisa”, destaca.

Entre os dias 9 e 13 de setembro, os clientes também poderão se expressar através do Painel dos Sentimentos com post-it respondendo à pergunta “Como você está se sentindo hoje?”. Nestes dias, haverá ainda a distribuição de bolas e laços amarelos, e de cartões com a frase: “Como vai você? – Falar é a melhor solução. Ligue 188”, além de serviços de saúde e bem-estar. O SE7E Centro Tecnológico vai oferecer, gratuitamente, massoterapia e aferição de pressão e glicemia. Todas essas ações vão percorrer as estações de metrô, conforme a programação do plantão de escuta.

A Estação Imbuí de Metrô contará com a Escada Musical que receberá uma nova roupagem, frases motivacionais e informações como os canais de comunicação do CVV. Os próprios clientes poderão interagir com o teclado gigante e tocar notas musicais com os pés. O som sairá de acordo com o movimento que a pessoa fizer. Na área externa, a estação ganhará uma iluminação cênica amarela, dando mais cor à Avenida Paralela.

O dia das ações artísticas e culturais do Setembro Amarelo nas estações de metrô será na sexta-feira, dia 13. Uma programação especial com apresentações vai animar o público que circula pelo sistema metroviário. O dia vai começar com a intervenção teatral com o ator e comediante baiano Psit Mota, às 9h, na Estação Lapa de Metrô. Às 17h, será a vez da Banda Agentes do Metrô animar os clientes na Estação Acesso Norte. O grupo preparou um repertório especial e bem alegre para a apresentação. E para fechar o dia em grande estilo, será realizado um sarau na BiblioMetrô, instalada na mesma estação. A apresentação musical e poética acontecerá a partir das 18h30.

            O Projeto Música nas Estações também será especial em setembro. Durante todo o mês, a Estação Acesso Norte terá um repertório com música instrumental mais divertida, para animar o dia dos clientes. A campanha do Setembro Amarelo desenvolvida pelo CVV em parceria com a CCR Metrô Bahia também vai estampar as estações e trens em todo o período. “Trabalhamos com o propósito de valorizar vidas. Levar o nosso serviço para o metrô é uma forma de ajudar um número maior de pessoas e até formar multiplicadores da informação”, destaca a porta-voz do CVV em Salvador, Josiana Rocha. Todas as atividades são gratuitas e integram o projeto Vem pra Cá, que promove eventos durante todo o ano nas estações de metrô da cidade.

 

 

Sobre o CVV:

O CVV — Centro de Valorização da Vida foi fundado no ano de 1962, em São Paulo, e é uma associação civil sem fins lucrativos, filantrópica, reconhecida como de Utilidade Pública Federal, desde 1973. A entidade presta serviço voluntário e gratuito de apoio emocional e prevenção do suicídio para todas as pessoas que querem e precisam conversar, em total sigilo e anonimato. Além dos plantões presenciais que acontecem em toda a cidade, os atendimentos são feitos pela Central Nacional, no número 188. Atualmente, a entidade possui 110 postos de atendimento em todo o país com mais de 3.000 voluntários em atuação.