Revista aponta Bahia como segundo maior gerador de empregos em mineração de 2018

         



A revista In The Mine 81, lançada no último dia 28 de outubro, aponta que a Bahia foi o segundo maior estado gerador de empregos na mineração de 2018. A informação é parte da matéria "Inventário da Mineração de 2018", que faz um panorama do setor usando dados da Agência Nacional de Mineração (ANM).

Segundo a revista, os cinco estados que mais geraram emprego na mineração em 2018 foram, a partir do maior gerador, Pará, Bahia, Minas Gerais e Ceará e Amazonas. A Bahia, conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), gerou 942 novos postos de trabalho no setor em 2018, um aumento de 6,99%. As maiores perdas se deram no Espírito Santo, São Paulo, Goiás, Amapá e Rio Grande do Sul.

A reportagem mostra também que o ano foi positivo para o setor mineral do país. O Valor da Produção Mineral (VPM), somatório dos valores da produção beneficiada comercializada no ano, foi de 119 bilhões, um crescimento nominal (sem descontar inflação) de 12,3% em relação a 2017. As substâncias que mais contribuíram para o aumento, em termos de produção, foram ferro, níquel, nióbio e ouro, ao passo que os maiores aumentos de preço de mercado ocorreram com zinco, manganês, potássio, carvão, ouro e zinco.

Clique aqui e acesse a íntegra da revista.

Para o presidente da Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM), Antonio Carlos Tramm, esta é mais uma comprovação da força da mineração como motor de desenvolvimento. "Os números demonstram a necessidade de cada vez mais o governo e a inciativa privada investirem em mineração, para possibilitar a geração de emprego e renda no interior do nosso estado. Observamos também a imperiosa necessidade de conclusão e início das operações da Fiol e do Porto Sul, assim como é importante promover a renovação e recuperação da ferrovia que corta a Bahia até Juazeiro. As melhorias permitirão não só o escoamento da mineração como também do agronegócio."

Em 2019 a CBPM concluiu duas licitações com sucesso. Em agosto, a empresa estadual fechou contrato com a Pedra Cinza Mineração, que vai explorar fosfatos, chumbo e zinco em Irecê e no último dia 25 de outubro, assinou com a Envirometals Participações S.A para exploração de ouro na regição de Iramaia. Além destas, a empresa abriu no início de setembro uma concorrência para exploração de minério de ferro em Ibipitanga, centro-oeste baiano. O recebimento das propostas ocorrerá no dia 10 de dezembro.