Lançado Portal do Agronegócio numa parceria da Uefs com a Secti e a Seagri

         



Durante a Feira Internacional da Agropecuária (Fenagro), no dia 28 de novembro, que está sendo realizada em Salvador, foi lançado o Portal do Agronegócio. O objetivo principal do projeto é otimizar e organizar os dados, de modo que fiquem dispostos para empresas, órgãos públicos, empreendedores e a população em geral. Durante a solenidade a secretária da Secti, Adélia Pinheiro e o secretário da Seagri, Lucas Costa, firmaram um acordo para estruturar uma série de parcerias que visam aprimorar a área da agricultura através da tecnologia, sendo a primeira etapa concluída após o lançamento do Portal. Além do conteúdo informativo, os usuários poderão ainda realizar cotação de produtos agrícolas, função que antes era desempenhada através de uma solicitação via telefone.
A Secti, que de maneira transversal atende todos os órgãos e secretarias do Estado quando o assunto é a proposição de soluções tecnológicas, buscou auxílio da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), por sua experiência com inteligência geográfica, para elaborar a plataforma. As informações foram estruturadas a partir de dados públicos, como os censos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), além do Ministério das Relações Exteriores. A expectativa é que futuramente os levantamentos realizados pela Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) sejam incluídos no Portal.

Segundo o reitor da Uefs, Evandro Nascimento, o projeto é uma culminância de competências da instituição, constituídas a partir do investimento em pesquisa, inovação, parcerias com grandes atores no cenário de tecnologia da informação e internacionalização. Disso tudo, surgiu uma startup criada por ex-alunos da Instituição, que se inseriu no projeto e construiu o portal. No discurso de lançamento, Evandro Nascimento, reiterou o interesse da Uefs em firmar outras parcerias com órgãos do Governo do Estado da Bahia, contribuindo para o desenvolvimento econômico, científico, tecnológico, cultural e social da sociedade baiana.