Deputado teme que BRT de Feira vire lenda urbana e sugere que prefeitura peça apoio ao governo do estado

         



O deputado estadual Robinson Almeida (PT) avaliou, nesta segunda-feira (2), que o transporte público em Feira de Santana é "ineficiente e caro" e "problema número 1" da população feirense. O parlamentar participou da audiência pública "Transporte Coletivo: dificuldades e desafios dos feirenses", ao lado do deputado federal Zé Neto e do vereador Alberto Nery, na Associação Comercial do município. Robinson também disse que teme que o BRT da Princesa do Sertão vire "uma lenda urbana" e sugeriu que o governo do estado pudesse assumir as obras iniciadas em 2015 pela prefeitura municipal.

"O transporte é o problema número 1 do povo de Feira de Santana. A reclamação é generalizada da falta de transporte, de linhas insuficientes, transporte caro, da falta de integração e uma ausência de planejamento global para o funcionamento desse serviço", refletiu Robinson, que tem visitado com o deputado Zé Neto e o vereador Alberto Nery os distritos de Feira no projeto Mandatos Itinerantes "Ouvindo Feira".

"Essa audiência faz parte da reivindicação das comunidades que querem solução pra esse problema porque sem transporte as pessoas não vão para o trabalho, para a escola, não tem lazer e essa é a demanda principal. Tem também a situação do BRT, que é uma obra que se arrasta aí por muitos anos e espero, inclusive, que não se transforme na mesma situação de Salvador, com o metrô no passado, que era chamado de lenda urbana, todo mundo ouvia falar, mas ninguém via funcionar. Se a prefeitura não tomar conta, não resolver esse problema, eu creio que o governo do estado vai ter que intervir pra ajudar o povo de Feira", afirmou o parlamentar.