´Acredito que Wagner será nosso candidato em 2022`, diz Lídice

         



Presidente do PSB na Bahia, a deputada federal Lídice da Mata manifestou apoio, ontem, à hipótese de o senador Jaques Wagner (PT) ser candidato ao governo do estado em 2022, quando acontecerá a sucessão de Rui Costa (PT). “Eu acredito que o nosso grupo político marchará junto em 2022 e que Jaques Wagner será nosso candidato ao governo”, declarou a socialista, em entrevista à rádio Sociedade, e publicou nas suas redes sociais. Wagner tem dito que só será postulante ao Palácio de Ondina, se for para manter a base unida.

Dentro do PSB, o deputado federal Marcelo Nilo já manifestou o interesse também de ser candidato. Lídice, porém, não tocou no assunto nas redes sociais. No mês passado, Nilo reiterou esse desejo de brigar pelo governo da Bahia. Segundo o parlamentar, ele tem se preparado para disputar a majoritária em 2022. “Vou trabalhar para ser governador. Se o candidato for Jaques Wagner, eu terei dificuldade de disputar com Jaques Wagner, pela relação fraternal que a gente construiu na vida publica. Mas, estou tentando criar as condições objetivas para ser candidato a governador. Eu quero ser candidato a majoritária. Estou gostando muito de ser deputado federal, mas eu quero ser candidato ao governo ou senador. Vou trabalhar neste sentido”, pontuou.

Nilo, em entrevista à rádio Metrópole, afirmou ainda que hoje os “nomes mais fortes” para vencer a disputa pela sucessão de Rui são Wagner e o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM). “Se fizer uma pesquisa hoje, os dois nomes mais fortes são Jaques Wagner e ACM Neto. Acho que Jaques Wagner está na frente”, disse. Nilo divergiu do vice-governador João Leão (PP), que sugeriu ao prefeito soteropolitano ser candidato a deputado federal no próximo pleito porque não teria chances contra a unidade do grupo liderado por Rui.

“Eu discordo. O ACM Neto é forte em qualquer município da Bahia como Jaques Wagner é forte em qualquer município da Bahia. O nome ACM Neto pesa muito. Além de ter o nome, ele foi o deputado federal mais votado da Bahia, com 400 mil votos. É o prefeito de Salvador por oito anos. Todo mundo do interior tem relação com alguém em Salvador. Então, não pode deixar de reconhecer que o nome de ACM Neto é um nome forte”, afirmou. Para Nilo, o gestor democrata é um “homem muito bem avaliado no estado”, apesar de o DEM ter poucas prefeituras no estado.
*Da Tribuna