Procuradores baianos repudiam declaração de Paulo Guedes

         



Em nota, divulgada, hoje (11), a Associação dos Procuradores do Estado da Bahia (APEB) repudiou declaração do Ministro da Economia, Paulo Guedes, que, em palestra na Escola Brasileira de Economia e Finanças da Fundação Getúlio Vargas (FGV EPGE), realizada na sexta-feira (07/02), comparou servidores públicos a “parasitas”, ao comentar a necessidade de reforma administrativa.

A APEB diz que lamenta o assédio institucional do Ministro "com essa postura deveras desrespeitosa e arrogante, e ressalta que os servidores públicos estaduais e do Brasil desempenham um trabalho de vital importância para a sociedade e ao funcionamento da Administração Pública".

Conforme a nota "Dentre as suas relevantes atuações, os Procuradores do Estado da Bahia recuperam anualmente bilhões de reais na cobrança da dívida ativa, defendem judicial e extrajudicialmente o Estado, gerando vultosas economias ao erário, e prestam consultoria e assessoria à Administração, viabilizando projetos de infraestrutura e políticas pública".

A entidade conclui dizendo que "Dessa forma, a APEB não apenas refuta a pecha de “parasitas”, como também convida o ministro a se informar melhor sobre a importância que os servidores públicos têm para o Estado da Bahia e para o Brasil, para que, conhecendo melhor o caráter fundamental do serviço público, pilar e vetor constitucional do Estado Democrático de Direito, retrate-se a respeito de tal fala".