“Bolsonaro alastra pobreza pelo país”, diz Valmir sobre congelamento do Bolsa Família

         



Cerca de um milhão de famílias estão aguardando resposta do Ministério da Cidadania para ingressarem no programa Bolsa Família somente em janeiro de 2020. A informação deixou o deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) indignado durante sua passagem pelo oeste baiano com a comitiva do governador Rui Costa (PT) para a entrega de policlínica e da ampliação do hospital do oeste.

 

“Bolsonaro alastra pobreza pelo país e maltrata as famílias pobres. Esse governo congelou o programa mesmo nas regiões mais vulneráveis do Brasil. Estamos vivendo um período difícil da economia e da política nacional”, frisa o parlamentar petista.

 

Ao lado de Rui Costa, Assunção disse que o programa de proteção social e transferência de renda ajudava as famílias mais pobres durante os governos de Lula e Dilma. “A Bahia está na contramão desse desgoverno de Bolsonaro. Enquanto o governo federal dificulta os repasses para a Bahia, o governador busca mais recursos fora para continuarmos a levar políticas de inclusão, saúde e educação para o povo pobre”, aponta Valmir.

 

O parlamentar petista lembra que essa é a 16ª Policlínica Regional de Saúde da Bahia. “Duas estão sendo construídas em Salvador e uma em São Francisco do Conde e já temos licitações para as policlínicas de Itaberaba, Brumado, Eunápolis, Ribeira do Pombal e Serrinha”, completa.