A força de uma mulher: a arte de empreender na cultura

         



Pode parecer fácil, mas empreender na área cultural, em Salvador, é uma missão muitas vezes complicada e desafiadora. Para ter sucesso, é preciso muito imaginação, criatividade e determinação. Foi com essa fórmula, que a produtora  Simone Reis, graduada em Filosofia e com especialização em Estudos Cultura, História e Linguagem, apostou em mudar a realidade do turismo cultura  na Igreja do Bonfim, na Península de Itapagipe.  Aos poucos, ela vem conseguindo que os visitantes passem mais do que os 20 minutos habituais no local (principalmente os grupos), oferecendo serviços e experiências culturais e de gastronomia.

“Em 2015, passei  a observar que os turistas e fiéis que visitavam a Basílica do Senhor do Bonfim não passavam muito tempo no local. Acabava a missa e as pessoas iam embora, simplesmente por não ter atrativos que os mantivesse na praça, no seu entorno. O que idealizamos, com o apoio do Padre Edson, reitor da Igreja e o Juiz da Devoção Dr. Artur Napoleão foi oferecer alternativas com artesanato, gastronomia e cultura”. 

Assim nasceu o Projeto Arte e Fé, “Tinha um espaço belíssimo no  pátio do Centro Comunitário foi lá que aconteceu as primeiras edições do projeto. Aos poucos o projeto foi tomando outros formatos e evoluindo para ocupação de um espaço fixo. Em 2016 com a posse do  novo Juiz, Dr. Francisco Pitanga  passamos a ocupar  a Casa dos Romeiros, que tem toda uma história ligada à da Igreja e que foi construída para acolher os Romeiros que vinha para festa do Bonfim,  foi também  residência de famílias tradicionais da cidade baixa. O local foi repensado e hoje abriga a Vila Criativa Arte e Gastronomia”. Simone ressalta que a parceria com a Basílica e com Devoção e com o Projeto Bom Samaritano e muito importante para  a sustentabilidade  da Vila Criativa. 

Com experiência em projetos culturais e com uma relação afetiva com a Cidade Baixa, em especial a Península de Itapagipe, a produtora cultural investiu em atividades que envolvessem turistas e visitantes. “Apostamos em várias linguagens da cultura com projetos como ‘Música na Varanda, Conversa na Varanda, Baile de Carnaval das Antigas, Exposição Santos Juninos com a Reza do Tríduo de Santo Antônio, Festa de Cosme e Damião  e uma gastronomia diferenciada. Inclusive, nosso restaurante foi contemplado com o prêmio Panela de Bairro, da Rede Bahia no ano passado. A novidade hoje é o Café com Cultura, com acervo de publicações da Fundação pedro Calmon e Instituto Geográfico e Histórico da Bahia”.

Os investimentos coincidiram também com a reforma da Praça do Bonfim, entregue esse ano, que arejou a praça, tornando-a mais atrativa para os visitantes. Além disso, com o Caminho da Fé, que ligará a Basílica à Igreja de Irmã Dulce, o bairro ganhará mais identidade. “O objetivo sempre foi fazer com que as pessoas tivessem no Bonfim um local também de lazer e cultura”. Na Vila Criativa, Simone trabalha com artesãos de toda a Bahia e abre espaço para mostras de novos artistas. Além disso, ela faz parte do Grupo de Trabalho que pensa e organiza anualmente a Lavagem de Corpo e Alma e a Festa da Igreja do Bonfim. “Entre nossos colaboradores, temos uma maioria de mulheres criativas  que trabalham com bastante afinco”.

DIA DA MULHER – Neste domingo, o cardápio da Vila Criativa dará desconto de 15% para mulheres. O restaurante funciona diariamente de 10 às 18 horas e aos domingo co café da manhã a partir das 7 horas e fechamento às 17 horas.
Local: Vila Criativa - Casa dos Romeiros - Varanda ao lado da Igreja do Bonfim