Prorrogado decretos que suspendem atividades em Salvador

         



O prefeito ACM Neto prorrogou nesta terça-feira (30) por mais sete dias todos os decretos de atividades econômicas em Salvador, o que significa que shoppings, restaurantes, bares e outros comércios devem continuar fechados. "Chegou a hora, sim, da gente apresentar esse plano de retomada", diz Neto, que explicou porque isso não aconteceu hoje.

Ao invés de prorrogar por 15 dias, como fazia normalmente, Neto explicou que optou por um período mais curto porque está fechando um planejamento conjunto com o governo do estado para a retomada de algumas atividades, como mencionou ontem. Ele acredita que em uma semana esse protocolo já deve estar concluído e será apresentado.

Com a decisão, continuam sem poder funcionar shoppings, bares, restaurantes, teatros, casas de show e academia, entre outros serviços não essenciais, pelo menos até 7 de julho. A flexibilização das atividades deve seguir planos com protocolos para cada área específica. "Desde sempre venho colocando que essa retomada quando acontecer será de forma lenta, gradual e progressiva", diz.

Para Neto, é importante prefeitura e governo terem um plano conjunto. "A experiência que se sucedeu em outros lugares mostra que essa (planos separados) não é a melhor estratégia. Você corre riscos de ter critério, regras distintas. Isso pode gerar confusão nas pessoas diretamente afetadas, nos cidadãos, na imprensa", explica. Antes, cada um trabalhava em um protocolo próprio, mas agora haverá um comitê unificado. O trabalho já começou, mas segundo o prefeito ainda faltam "alguns ajustes".


"Mesmo que a gente apresentasse nosso plano hoje nenhuma atividade voltaria antes do dia 7", disse ainda. "Então não há nenhum prejuízo na prática", diz.

As escolas das redes públicas e privadas, conforme o prefeito já havia adiantado, terão suspensão de atividades prorrogadas por mais 15 dias.
Do Correio