Brasil volta a exportar camarão após 15 anos

         



Pernambucana e especialista em camarão, a Carapitanga é a primeira empresa do Brasil a exportar o produto após 15 anos. A retomada começou no último dia 28 de maio, com a venda de 22 toneladas para os Emirados Árabes Unidos. Em junho, serão mais 66 toneladas para Taiwan e Estados Unidos. Também estão na agenda para esse ano encomendas para a China, Rússia, Malásia e Coreia do Sul.

A empresa trabalha junto à Associação Camarão BR, CNA, Secretaria da Aquicultura e Pesca, e Ministério da Agricultura, com o objetivo de desbloquear as exportações de pescados para a Europa.

“Depois que conseguimos voltar a vender para América do Norte, Oriente Médio e Ásia, estamos trabalhando a reabertura do mercado europeu. Queremos destinar 40% de nossa produção para o mercado externo”, diz Marcelo Varela, sócio diretor da empresa.

Em 2006, Marcelo Varela, administrador de empresas e Pedro Duque, engenheiro de pesca, que já eram executivos do setor, deram início à sociedade no cultivo e comercialização de camarão (Litopenaeus vannamei), numa pequena fazenda no município de Igarassu (PE), que deu nome à marca Carapitanga.

Inicialmente atuando no mercado local de camarão in natura, seguiram ampliando o negócio e hoje respondem por uma produção de 6.300 toneladas por ano, em 14 fazendas espalhadas por Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia e Piauí.