Feliz Dia dos Avós

         



Por Joselito Conceição
Esses seres já maduros, avós, tão queridos festejados neste dia 26 de julho, lembramos de tantos muito bem amados, mas não podemos esquecer daqueles que foram “depositados” em asilos e vivem da caridade alheia.

Nesse isolamento social que vivemos, quando não é aconselhado os netos visitarem os avós, mesmo nesse dia a eles dedicado, lembramos que existem avós em isolamento permanente, que nunca são visitados, senão, por algumas almas caridosas.Temos ainda, com tristeza, avós carentes de afeto dentro da própria família, pior ainda os que vivem sozinhos.

O dia dos avós, é consequentemente, o dia  que lembramos dos diversos idosos, nossos ou não. Celebramos Santa Ana e São Joaquim, pais de Maria, mãe de Jesus, o Cristo. A história desses idosos encontramos no Evangelho Apócrifo de São Tiago. Interessante que o dia é dedicado a São Joaquim e Santa Ana, mas, coitado de Joaquim, a festa  é feita  para Santana.

Essas figuras carismáticas, pais dos nossos pais, quão gostoso que é a relação com eles. Muitos netos irão festejar – ainda que por meios virtuais –com alegria redobrada, mas outros rezarão por seus avós doentes, ou pelos que já partiram.

Nossas orações aos avós que partiram dessa vida, os que estão doentes e aqueles que não têm carinho de netos, solitários em uma casa ou apartamento frio, ou “deixados” em um abrigo, necessitados do precioso bem do afeto, rogamos amparo divino, aos que gozam do carinho de filhos e netos, a esses e aqueles: Feliz dia dos avós!
-------------------------------- 
Diácono e jornalista