LIBERDADE E DEMOCRACIA?

         



Por Cláudio Niederauer
Liberdade: Faculdade de cada um se decidir ou agir segundo a própria determinação.

Democracia: Doutrina ou regime político baseado nos princípios da soberania popular e da distribuição equitativa do poder.

 

"O  que todos queremos é viver no topo da montanha da existência chamada vida, mas toda felicidade e crescimento cultural e moral se solidifica e ou se fortalece quando você está escalando-a".

Bem, aparentemente esta frase parece a não ter nada ver com o conteúdo do tema proposto, mas se analisarmos na sua substância, veremos que temos a liberdade de escolher o regime político que queremos viver.

Fala-se muito em liberdade. Ouve-se  muito em falar democracia.

Liberdade para quem?

A liberdade que se vê de dentro de casa, por detrás das grades  e ou câmaras de segurança, de dentro de carros blindados ( para os que podem) e vidros fumês. Então quem está se beneficiando dessa liberdade?

A punibilidade lenta e longa parece que vivemos num pais de impunidade onde o crime compensa e os criminosos conhecidos, reconhecidos, recompensados, indenizados e são transformado em heróis, onde alguns maus caráter de colarinho branco fazem leis para si, ou seja, são as consciências cretinas do corporativismo político que nos governam. Que lamentavelmente nos induz a uma sociedade ética e moralmente em decadência.

Agravante:  Nós votamos, nós os elegemos.

Atenuante: Inocentemente acreditamos nos homens. Nós - os bens intencionados - também erramos.

Quando será que nós, homens e mulheres de bem, traremos de volta a nossa liberdade? Nossa dignidade?

Ouve-se muito em censura velada. Velada?

Mas cadê a democracia?

Dizem que vivemos numa democracia na imprensa (?), na liberdade de opinião (!), na liberdade de conduta (?!). Bem, aqui surgirá um debate de ideias, pensamentos e princípios, sejam eles religiosos  ou ateus ("dizem" que não acreditam num Ser Superior), sociais ou individuais (sua consciência em choque com a sua própria personalidade) , queiram ou não, sempre existirá um duelo de conceitos ou preconceitos sobre a liberdade particular ou coletiva, bem como  prélios sobre os julgamentos e preocupações  sobre opiniões a respeito de democracia.

O liberalismo político deturpam os seus próprios valores partidários, pelo fato de unir ideias opostas pela simples(?) vaidade de possuir o poder político, expondo o caráter do grupo e principalmente de seu líder.

A onde nos leva a democracia?  De princípio, acredito que não devemos ignorar os fatos, pois as consequências não alteram os atos. A historia de uma nação fica registrada. A  boa e honesta nos conduzirá a liberdade de expressão e será sempre bem-vinda para o nosso convívio entre as pessoas, com suas regras, suas normas imposta pela sociedade civil e política, com seus princípios morais e éticos para a formação do caráter de sua gente.

Finalmente vale a pena transcrever: - Antes de falar...Ouça!  -Antes de escrever...Pense! - Antes de criticar...Examine-se! - Antes de ferir... Sinta-se! - Antes de um ato...Reflita! - Diante de um fato...Avalie-se!

 ------------------------------------- 

Poeta e fotógrado