Carreata de Suíca atrai população de Pernambués

         



O domingo (11) foi de atividades políticas para o candidato à reeleição para vereador de Salvador, Luiz Carlos Suíca (PT). Na carreata no bairro em Pernambués, o edil petista levou assessores, militantes do coletivo Núcleo Popular, sindicalistas, lideranças comunitárias e de movimentos e apoiadores para as ruas. Nem a pandemia segurou o povo que o acompanhava cumprindo todos os protocolos de segurança contra a covid-19. Suíca cobrou mais políticas de inclusão e ações para geração de emprego e renda na capital e reforçou o processo eleitoral aos finais de semana.

 

“Seguimos com o mesmo ritmo dos dias de semana, visitando as comunidades, conversando com os trabalhadores e debatendo mais estratégias para conter o avanço do ultraconservadorismo em todos os lugares do país. Estamos colocando em prática as diretrizes do ex-presidente Lula e da Executiva nacional do PT”, salienta Suíca. A agenda do candidato começou às 7h com visitas a equipamentos públicos em Pernambués. Ele foi recepcionado por grupos de líderes e pela coordenadora-geral do SindilimpBA, Ana Angélica Rabello.

 

De acordo com a sindicalista, a ação de Suíca é a continuidade de um projeto de sociedade trabalhado e que envolver todos os setores do Partido dos Trabalhadores em Salvador. “Pernambués é uma das nossas prioridades, e o mandato de Suíca entende que a região precisa de ainda mais intervenções. O bairro carrega a história do vereador e foi muito importante ver cada uma e cada fortalecendo essa trincheira de luta que é o mandato de Suíca, um mandato da gente, que trabalha pelas periferias”, sintetiza Ana.

 

No sábado (10), a agenda do candidato à reeleição foi em Nova Constituinte, onde debateu mais ações de infraestrutura e de intervenção social na região. Suíca lembrou do líder comunitário Arnaldo Anselmo, que faleceu recentemente devido à covid-19. “É sempre importante vir aqui. Estamos ouvindo todos e todas, é um processo de eleição e temos de ir para as ruas, ouvir o povo e traçar meios para Salvador ter uma gestão representativa, com mais chances para a juventude, para as mulheres e para a comunidade LGBTIQ+. Precisamos garantir direitos e lutar para termos leis que ajudem a diminuir o racismo, a intolerância e a violência”, completa o petista.