Livro de professores feirenses é finalista do prêmio Jabuti

         



O livro “Astrofísica para a Educação Básica: A Origem dos Elementos Químicos no Universo”, de autoria do pesquisador feirense Alan Alves Brito em parceria com Neusa Teresinha Massoni, ambos professores da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), está entre os 5 finalistas do prestigioso Prêmio Jabuti na categoria Ciências. Os vencedores de cada uma das 20 categorias e o ganhador do Livro do Ano serão conhecidos ao vivo, no dia 26 de novembro, às 19h, em cerimônia virtual que será transmitida no Facebook e no Youtube da Câmara Brasileira do Livro.

Publicado pela editora Appris, o livro (clique aqui para visualizar no site da editora ou comprar) “lança um novo olhar sobre a educação de conceitos científicos de Física, Astrofísica e da tabela periódica. Duas perguntas são de crucial importância neste livro: qual é o berço dos elementos químicos de nossa tabela periódica e quais compõem toda a matéria conhecida? Como se formam no Universo?”.


Através da educação científica, os autores buscam “promover a compreensão de conhecimentos científicos contemporâneos, contribuir com a construção de uma aprendizagem científica comprometida com a formação de cidadãos participativos na sociedade e com uma formação atual e respeitosa da diversidade cultural, de ideias, de gênero, de etnias”.
-----------------------

Sobre os autores
Alan Alves Brito é bacharel em física pela UEFS, Mestre e Doutor em Astrofísica Estrelar pela Universidade de São Paulo (USP). Realizou estágios de doutorado no Chile, EUA e Austrália, além de ter sido pesquisador visitante em Portugal e na Alemanha. Membro da União Astronômica Internacional, Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, Sociedade Astronômica Brasileira, Sociedade Brasileira de Física e Associação Brasileira de Pesquisadores Negros, foi também eleito em 2014 Membro Correspondente da Academia de Ciências da Bahia. Além de temas de astrofísica, Brito também estuda epistemologias decoloniais, étnico-raciais, de gênero e suas intersecções nas ciências exatas. 

Neusa Teresinha Massoni é licenciada e mestra em física pela UFRGS e doutora em Ciências pela mesma instituição. Atua dede 2011 como professora na UFRGS e é docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física, onde desenvolve pesquisa nas áreas de Epistemologia da Ciência, Formação de Professores e interação Universidade-Escola Básica.
Do blogdafeira.com.br