Série baiana “Donas do Baba” estreia no festival Cinefoot

         



O fundamental debate sobre o futebol feminino, a valorização de suas atletas e o reconhecimento de suas conquistas tem sido engajado nos últimos anos. Considerando este movimento, mas ampliando o seu contexto, a série audiovisual baiana “Donas do Baba” extrapola a categoria de gênero do esporte e tem como foco a mulher em suas variadas relações com esta paixão nacional. Como se dá esta presença, como fortalecê-la num ambiente marcadamente machista, como elas atuam para além do campo, como o futebol baliza suas vidas, como vivenciam seus laços afetivos e profissionais com este universo? Estas e outras questões surgem em episódios documentais que adentram a rotina de personagens que vivem de ou para o futebol – três deles, “Torcedoras”, “Jornalista” e “Sonhos”, vão ser exibidos pela primeira vez, entre as 19h do dia 25 de novembro até as 17h do dia 27, dentro do 11º CINEFOOT – Festival de Cinema de Futebol, sendo a única série selecionada para a programação deste ano. A edição será inteiramente online e gratuita para todo o Brasil, através da plataforma INNSAEI.TV. As instruções de como assistir e mais informações do evento estão em www.cinefoot.org.

 

Com direção de Tais Bichara e Rodrigo Luna, roteiro de Pedro Perazzo e Eric Luis Carvalho, pesquisa de Eric Luis Carvalho e Tais Bichara, direção de fotografia de Liz Riscado, direção de som de Ana Luiza Penna, montagem de Agnes Cajaiba e produção executiva de Amadeu Alban, a série “Donas do Baba” foi realizada através do “Bahia na Tela” – Edital de Chamada Pública para Seleção de Projetos para Pré-Licenciamento de Produções Audiovisuais, promovido pelo Instituto de Radiodifusão Educativa do Estado da Bahia (IRDEB), e terá lançamento oficial e na íntegra, em breve, na programação da TVE Bahia.

 

Para os de fora da Bahia, vale traduzir que “Baba” é uma expressão popular local que se refere a uma partida informal – os baianos e as baianas “batem um baba” nos campos de seu dia a dia. No contraponto, com olhar aprimorado sobre o tema, Roberta Nina, jornalista e uma das criadoras do canal “Dibradoras”, e Aline Pellegrino, zagueira que atuou pela seleção brasileira e atual coordenadora de Competições Femininas na Confederação Brasileira de Futebol (CBF), cruzam aparições com relatos em todos os episódios.

 

Da seleção incluída no CINEFOOT, “Torcedoras” apresenta duas figuras importantes das arquibancadas de Salvador: Rosicleide Aquino, torcedora icônica do Vitória, e Stéfani Coutinho, presidente das Tricoloucas, torcida organizada do Bahia composta só por mulheres – uma dobradinha que faz jus ao maior clássico do Norte-Nordeste, acompanhando as duas em jogos de seus clubes do coração e conhecendo um pouco de seus rituais e relações com seus estádios-casa.

 

Em “Jornalista”, o cenário é Turim, na Itália, onde a série acompanha a rotina da jornalista esportiva Clara Albuquerque. Longe do Brasil há três anos, ela é uma das poucas mulheres na cobertura de um dos maiores clubes do mundo, o Juventus. Coletiva, dia de jogo, programa ao vivo e os bastidores de todas as funções que Clara exerce como um time-de-uma-mulher-só, driblando fora de campo os preconceitos para ter voz e espaço.

 

Por fim, em “Sonhos”, as personagens Rakelly (11 anos) e Milena (12 anos) desejam se tornar jogadoras profissionais de futebol. Moradoras de São Francisco do Conde, no interior da Bahia, cidade de um dos clubes de futebol feminino mais tradicionais do país, as meninas participam de um projeto de prática do esporte, mas ainda enfrentam muito preconceito e falta de estrutura. Elas são uma porta para a dimensão do sonho, uma outra realidade possível.

 

SOBRE O CINEFOOT – Mesmo tocando a bola em condições adversas em tempos de pandemia, o CINEFOOT – Festival de Cinema de Futebol segue virando o jogo e entra em campo, em sua 11ª edição, apresentando uma programação recorde de 76 filmes, de 20 a 27 de novembro. Oriundas de 13 países e de todas as regiões do Brasil, as produções estão distribuídas em 32 sessões. Além das exibições, o CINEFOOT organiza a consagrada Mesa-Redonda, que reúne bate-papos com convidados especiais. Toda a programação é online e gratuita, através da plataforma INNSAEI.TV. Informações completas estão em www.cinefoot.org.

 

DONAS DO BABA

Direção: Tais Bichara e Rodrigo Luna

Série documental | Episódios de 25 minutos, sessão com total de 75 minutos

Bahia, Brasil, 2020 | Classificação indicativa: 12 anos

Sinopse: Série documental traz histórias e rotinas de mulheres que têm diferentes relações com o futebol. “Baba” é uma expressão popular baiana que se refere a uma partida informal e marca de onde falamos: Bahia.

 

Exibição no 11º CINEFOOT

Episódios: “Torcedoras”, “Jornalista” e “Sonhos”

Quando:

De 25 de novembro (quarta-feira), a partir das 19h

Até 27 de novembro (sexta-feira), 17h

Onde: Plataforma INNSAEI.TV (instruções de como assistir em www.cinefoot.org)

Quanto: Gratuito