Fifa quer licença-maternidade para jogadoras

         



A Fifa, segundo reportagem da Agência Brasil/Reuters, pretende adotar novos regulamentos para as jogadoras, incluindo a licença-maternidade obrigatória, informou a entidade mundial do futebol nesta quinta-feira (19).

Embora muitas jogadoras da Europa já contem com a proteção da lei trabalhista de seus países, a Fifa diz que almeja criar "novos padrões mínimos globais" para jogadoras de todo o planeta, dada a emergência rápida de novos clubes e ligas femininas no mundo.

Entre as regras propostas pela Fifa estaria a garantia de que "nenhuma jogadora deveria sofrer uma desvantagem em resultado de ficar grávida".
Da Ag. Brasil