Deputado Kim Kataguiri chama Bolsonaro de ´vagabundo, corrupto e quadrilheiro`

         



Ex-apoiador do presidente da República, Jair Bolsonaro, o deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) soltou o verbo durante sessão na Câmara, nesta sexta-feira, 18, e fez graves acusações contra o presidente e o filho, o senador Flávio Bolsonaro (PSL).

O líder do Movimento Brasil Livre (MBL) insinuou que os acordos feitos pelo governo teriam sido propostos como forma de proteger o filho "01" do presidente.

“Presidente só faz alianças não para aprovar qualquer reforma ou privatização, ele faz aliança para proteger o filho quadrilheiro, corrupto e vagabundo. E eu quero que fique registrado que não só o filho, mas o presidente da República são quadrilheiros, corruptos e vagabundos”, disse Kataguiri.

Ciente da gravidade da declaração, o deputado ainda desafiou o ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, para discutir sobre as acusações feitas.

"Ministro da Justiça, eu estou cometendo um crime contra a honra do presidente da República, pra que fique registrado nos anais da casa. Vagabundo, corrupto e quadrilheiro. Se tiver coragem, me processa que a gente vai discutir o mérito de cada uma dessas três acusações que eu faço ao presidente da República e ao filho do presidente da República no tribunal”, finalizou.
Do Cartya CapitalFoto: Câmara dos Deputados/Com ATarde