Intercâmbio cultural une cantores baianos com o sucesso inglês Noel Mckoy em videoclip

         



O baiano Kaos MC se lança no mercado internacional, com o videoclipe onde se apresentam com Noel Mckoy, músico de sucesso na Inglaterra, que já dividiu palco com Stevie Wonder, de voz marcante e um forte nome na cena da house music, com sucessos como "So Right" do Jet Lag (produzido por Axwell of the Swedish Mafia). A parceria dos dois foi possível pelos produtores Peter Doc B e Steve Eagle, que formam a dupla EEDB, com sucesso nas rádios da Bahia, na execução da música “I Lost My Heart In Bahia”/”Perdi meu amor na Bahia”. Duendy Primeiro e Bull Dogg também marcam presença, com suas interpretações únicas e marcantes, do Rap produzido na Bahia.

A música “What Are We Gonna Do”, com participações especiais de Duendy Primeiro, Bull Dogg e do saxofonista MoSax, fala sobre um romance, que termina por questões financeiras e problemas no relacionamento e a falta de comunicação entre os dois. Entretanto, o homem, aceita o fim, mesmo tendo certeza de que existiu, da parte deles, amor de verdade. Utilizando uma batida funk, com influências do hip hop, jazz e world music, a aposta do Peter e Stevie promete ser um dos hits do verão baiano e de discotecas na Europa.

A aposta da dupla EEDB, que atuam em carreira solo, e que buscam novos talentos dentro da comunidade periférica de Salvador, é que Kaos MC, Duendy Primeiro e Bull Dogg venham ocupar grande espaço na world music, por apresentarem já maturidade, boas interpretações e transmitirem verdade das suas vidas nas comunidades de origem. “A participação do Noel Mckoy, se deve a identificação dele com a música que compomos, e foi escrita a quatro mãos, por mim, Noel, Kaos MC, Duendy e Bull Dogg ”, afirma Peter Doc B. Já Stevie Eagle destaca a força da produção musical feita na Bahia, que em nada deve a outros lugares. “Me encanta saber, que jovens negros e talentosos da periferia demonstrem tanto talento, e esse fato encantou também a Noel McKoy, meu amigo famoso na Inglaterra e em várias partes do mundo, e que humildemente dá oportunidade aos meninos a mostrarem o talento fora daqui”.

Kaos MC, nascido Jailson Nogueira Rodrigues, iniciou na música em 2005 com o grupo de rap baiano chamado ‘Vid’Ativa’, do bairro de Itinga, Lauro de Freitas. Seguiu em carreira solo e em 2017 assinou com a produtora Shlepp Entretenimento Ltda, lançando em 2018, seu primeiro albúm “O Final Conheço Bem”, com participações de artistas internacionais, entre eles Tito Jackson (irmão de Michael Jackson), Funk Buia, Alex Boyé, Kekedy e Lavonz.


O clip “What Are We Gonna Do” vai ser divulgado nacional e internacionalmente, a partir de dezembro de 2020, com previsão de lançamento do CD para 28 de dezembro.

Videoclip

Os produtores gravaram na periferia de Salvador e receberam vídeo dos produtores do Noel Mckoy, feito nos arredores de Londres. Nas cenas, os interprestes baianos andam pelo bairro Via Regional, em atitudes cotidianas, cenas de bar, e se reúnem em uma laje para tocar. Enquanto isso, uma mulher bonita e sensual passa chamando a atenção das pessoas e vai ao encontro de Kaos MC, em clima de um possível fim de romance. As cenas são entremeadas com Noel Mckoy cantando em inglês. Entra o Duendy Primeiro, cantando em português, acompanhado de uma mulher. Depois, entra em cena Bull Dogg, com seu jeito de bad boy. Um sax permeia a música, dando as pitadas jazzísticas, que fazem de “What Are We Gonna Do”, uma aposta para se ouvir só ou acompanhado.

Quem é Noel McKoy

Noel McKoy é um cantor, compositor e produtor inglês de renome internacional, com mais de quarenta anos na indústria musical, Noel gravou, se apresentou e fez turnês pelo mundo com muitos dos maiores nomes da música, incluindo (mas não se limitando a): The Stacks Band, Stevie Wonder, Kool e The Gang, Ronald Isley, Gladys Knight, George Clinton, Womack e Womack, Atlantic Starr, Lonnie Liston Smith, The Sounds of Blackness, Nu Colors e Marcus Miller.

Noel já cantou duetos com estrelas britânicas como Mica Paris, Beverley Knight, Juliet Roberts e Ebony Alleyne. Além disso, ele colaborou com os respeitados inovadores Omar, Mark Morrison, Bluey Maunick da Incognito, Steve Williamson, Linton "Kwesi" Johnson, The Pasadenas e Acid Jazz"s Snowboy - todos os quais o consideram uma grande força a ser contada.

Ele subiu ao palco de tempestade no lendário Apollo Theatre de Nova York, no Royal Albert Hall de Londres e na Rainha Elizabeth Hall. Stevie Wonder pediu para Noel cantar com ele em seus shows em Londres 02. Como compositor e voz marcante do período mais comercial do The James Taylor Quartet - completando 10 turnês mundiais e três álbuns com eles, Noel McKoy esteve na vanguarda da explosão do Acid Jazz dos anos 1990.

Além de ser um homem de frente de grande sucesso e colaborador com outros grandes artistas, Noel McKoy também é um inovador profundamente respeitado. O hino de street soul "Family" que ele escreveu, produziu e se apresentou na banda familiar Mckoy com seus irmãos e irmã em 1993, é reverenciado mais de vinte anos depois como um clássico estilisticamente único, amado por toda uma geração de fãs de soul do Reino Unido.

Noel já realizou muitas sessões de estúdio de sucesso com as lendas do soul Atlantic Star, Courtney Pine e Climie Fisher. 

Desde 2000, o ressurgimento da cena da house music tem, novamente, ouvido os vocais estrondosos de Noel McKoy à frente de muitos sucessos das paradas, como o clássico "So Right" do Jet Lag (produzido por Axwell of the Swedish Mafia).  Noel, juntamente com suas irmãs, também apareceu em Northern Soul 2007 e Disco 2008 do produtor Ian Levine.

O domínio de Noel sobre estilos clássicos de soul foi demonstrado em seu álbum "Brighter Day" - apresentado ao vivo em Loose Ends da BBC Radio 4 - e em sua série de shows de tributo all-star aos grandes da música negra como Marvin Gaye, Curtis Mayfield e Donny Hathaway.  Sua visão bem sucedida sobre os mestres mostrou seu poder, alcance e versatilidade, o que agitou a casa.

Noel foi um dos cantores em destaque no concerto Jazz Voice da BBC Radio 3 - uma celebração de algumas das grandes canções das últimas décadas, cantadas por algumas das grandes vozes da atualidade. Noel apareceu no aclamado filme de cinema "Glastonbury". Ele também escreveu para Sir Cliff Richard OBE. 

Quem é Duendy Primeiro?

Duendy Primeiro, nascido Claudio Assunção Oliveira se lançou na música no grupo de rap baiano, Fúria Consciente, que existe há 20 anos, e já gravou músicas que estouraram nas rádios baianas, como “Caliente Heat” e “I Lost My Heart In Bahia”, “Perdi meu amor na Bahia”. Morador de Itinga, com três singles gravados pela produtora Shleppentertainment, da dupla EEDB.

Quem é Bull Dogg?

Nome de nascimento Rafael Lima, também morador de Itinga, é a mais nova aposta da produtora Shleppentertainment. Aos 20 anos, se destaca pela forte presença e voz marcantes. Gravou com Kaos MC e Tito Jackson, a música “What’s Wrong”, onde fez participação especial.

Letra da Musica “What Are We Gonna Do”


What are we gonna do
Now that we’ve broken the chain I can see your face
I can feel your pain
What are we gonna do
When is it going to change
The love I have for you
Still remains the same

Nem sempre as coisas vão bem
O coração da gente as vezes nos coloca refém
E agente vale o que tem
Se existe problema nos resolvemos, estamos juntos meu bem 

Mas, se falta as notas de cem
O importante é não ligar para opinião de ninguém
Mais se quer embora também
Tá suave, tá de boa, até logo neném

Até porquê eh o que passamos já deu
Só restaram as lembranças entre você e eu
Heheh, que pena não percebeu
O verdadeiro sentimento entre você e eu
Mas hã, enfim a vida é assim
Deixa fluir, pois pode ser que não seria pra mim 

Então hã, vou te falar a real
Pode ir seja feliz assim chegamos ao final


What are we gonna do
Now that we’ve broken the chain I can see your face
I can feel your pain
What are we gonna do
When is it going to change
The love I have for you
Still remains the same

Te quero como sempre mas já vi, tá complicado 

Momentos e lembranças vão ficando no passado 

Hoje estamos tão distantes um do outro meu bem 

Mas acho que tem solução desse amor eu sou refém 

Prometo te escutar, prometo compreender 

Prometo não mais ficar tão distante de você
Mais uma coisa te peço amor pra toda eternidade 

Eu por ti você por mim pura reciprocidade


What are we gonna do
Now that we’ve broken the chain I can see your face
I can feel your pain
What are we gonna do
When is it going to change
The love I have for you
Still remains the same
Ho ho ho
Ho ho ho
So what are we gonna do
Can we go on like this
Surely we can agree to change
So where do we go from here
The memories
Those special times
Your hands in mine

Ela disse que eu me achava esperto e que não queria mais me ter por perto
Mas é zero curva papo reto
Mesmo sendo todo errado posso ser o cara certo 

Nega chega de coração aberto
Seu corpo, meu porto, meu aconchego
Se ficar por você sossego
Mas se quiser ir é sim, já é sossego


What are we gonna do
Now that we’ve broken the chain I can see your face
I can feel your pain
What are we gonna do
When is it going to change
The love I have for you
Still remains the same

Serviço

Produzido por: Peter Doc B e Stevie Eagle E (EEDB)

Escrito: Noel Mckoy, Kaos MC, Peter Herbert Bielig, Stephen F Ellis, Duendy Primeiro e Bull Dogg 

Gravadora: Shlepp Entertainment Ltd / Shlepp Records

Data de lançamento: 28 de dezembro de 2020

Vídeo: https://youtu.be/F84WX4pa4N0 Site da Kaos: www.KaosMC.com

Site da etiqueta: www.shleppentertainment.com Detalhes de contato: Info@shleppentertainment.com