Mais de 90 pessoas são presas nos EUA por invasão ao Capitólio

         



Mais de 90 pessoas foram presas nos Estados Unidos pela invasão ao Capitólio. Na última quarta-feira (6) um grupo de apoiadores do presidente Donald Trump invadiu a sede do Congresso norte-americano em Washington, durante a contagem oficial dos votos do Colégio Eleitoral .

Segundo a agência Associated Press, as prisões foram feitas desde que o FBI pediu, publicamente, ajuda sobre os extremistas fotografados dentro do local.

Além de presos, alguns extremistas fotografados na invasão foram demitidos pelas empresas onde trabalhavam após serem identificados.

As autoridades federais dos Estados Unidos anunciaram também a prisão de dois extremistas que se tornaram símbolo da invasão ao Capitólio em apoio ao presidente Donald Trump na última quarta-feira (6).

Um deles, Jacob Anthony Chansley, conhecido como Jake Angeli, entrou no prédio que abriga o Congresso norte-americano sem camisa, mas vestido com calça bege, chifres, um cocar de pele de urso, pintura facial vermelha, branca e azul e carregando uma lança de 1,80 metro com a bandeira dos Estados Unidos.

O outro manifestante, Adam Christian Johnson, cuja imagem carregando o púlpito da presidente da Câmara dos Deputados, a democrata Nancy Palosi, se tornou viral, também foi preso.

Com Metro 1