II Festa Literária Internacional da Praia do Forte terá curadoria do escritor e pesquisador Braulio Tavares

         



Escritor, roteirista, tradutor, letrista, dramaturgo e pesquisador de literatura. Esse é o currículo de Bráulio Tavares, que ficará responsável pela curadoria da 2ª edição da Festa Literária Internacional da Praia do Forte (FLIPF). O evento que vai reunir autores consagrados e novos talentos da literatura nacional e internacional, incentivando a leitura e valorizando a produção literária, será realizado entre os dias 24 a 28 de fevereiro, em formato virtual.

Autor de romances, contos, folhetos de cordel, livros de poemas e obras dedicadas ao público infantil, Bráulio Tavares assina a organização das mesas literárias temáticas. "Vamos aproveitar esse momento para trazer essas pessoas que estão longe, mesmo que elas não possam vir à Bahia, como seria o desejo de cada uma delas. Trazer a sua voz, as suas ideias, a sua literatura, falar de prosa contemporânea, de como a prosa literária brasileira de ficção está correspondendo à nossa realidade”, explica Tavares.

“Vamos falar de como a nossa poesia retrata o Brasil deste começo de século 21, falar de mercado editorial, uma coisa tão importante para todos aqueles que querem ter uma carreira profissional dentro da literatura, falar de literatura infantil, de literatura de cordel e a presença da mulher no cordel, de literatura fantástica, de ficção, de fantasia, de todas essas formas de literatura que tem atingido muito as novas gerações", completa.

O escritor destaca a importância da programação virtual, diante das limitações causadas pela pandemia nos dias atuais. "Um evento que está em seu segundo ano de existência, o primeiro virtual, trazendo pessoas de lugares distantes, através de imagens, através da sua fala, através da presença eletrônica, que dentro das condições que temos hoje, é mais um fator de aproximação das pessoas que gostam da literatura, que gostam da arte, que gostam da cultura".

Para Tavares, as restrições momentâneas se tornaram um grande desafio para realização da FLIPF, e projeta novas edições ao longo dos anos. "Foi um prazer muito grande fazer essa curadoria, e por outro lado um sofrimento muito grande, porque a gente quer chamar 300 a 400 pessoas bacanas que existem Brasil afora, mas com um número limitado de tempo e de mesas para realizar. Mas, esse é só o segundo evento. Que venha o terceiro, o quarto, e vamos encher a Praia do Forte, a Bahia, o Brasil de muita poesia". 

 

Nesta edição especial, os espaços virtuais que serão exibidos através do canal da FLIPF no Youtube, além das mesas literárias, as programações paralelas, alcançarão o público onde eles estiverem ampliando ainda mais o acesso aos conteúdos e apresentações. As atividades serão intercaladas com conteúdos sobre a Praia do Forte, para que o público possa se sentir mais próximo deste local que é o grande charme do evento.

A 2ª FLIPF é uma realização da Trevo Produções e da Gabiroba Cultural, e tem a LDM como a livraria oficial do evento. O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Pedro Calmon (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Sobre o curador

O curador convidado da segunda edição da FLIPF é o escritor, roteirista, tradutor, letrista, dramaturgo e pesquisador de literatura, Bráulio Tavares. Além de romances e contos, o escritor publicou vários folhetos de cordel, livros de poemas e obras dedicadas ao público infantil e juvenil, entre eles “A Pedra do Meio-Dia ou Artur e Isadora”, “O homem artificial”, “Os martelos de Trupizupe” e “A invenção do mundo pelo Deus-curumim”.

Dramaturgo e compositor de música popular, tendo suas composições gravadas por artistas como Lenine, Elba Ramalho, MPB4 e Dionne Warwick, o escritor e pesquisador Bráulio Tavares organizou também o volume "ABC de Ariano Suassuna", a antologia dos folhetos do cordelista Raimundo Santa Helena, entre outras coletâneas. Durante treze anos, manteve uma coluna diária no Jornal da Paraíba, hoje continuada em seu blog, Mundo Fantasmo.

Nascido em Campina Grande, na Paraíba, e radicado no Rio de Janeiro desde 1982, Bráulio Tavares ganhou o Prêmio Caminho de Ficção Científica” em 1989 em Lisboa, pela obra A Espinha Dorsal da Memória; do Prêmio Jabuti de Literatura Infantil em 2009, pela obra A Invenção do Mundo pelo Deus-Curumim (em parceria com Fernando Vilela); do Prêmio Argos especial em 2013, como reconhecimento por sua dedicação à literatura fantástica brasileira; e do Prêmio São Paulo de Incentivo ao Teatro Infantil e Jovem de 2013 na categoria Melhor Texto Adaptado pelo musical Lampião e Lancelote. 

 

Agenda:

2ª Edição FLIPF - Festa Literária Internacional da Praia do Forte -(Mata de São João - BA)

Curadoria do escritor e Pesquisador:Braulio Tavares

Quando: 24 a 28 de fevereiro 

Transmissão no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UC4WfirWKkGuitqc1dK_PKJA

 

Redes Sociais:
Youtube: https://forms.gle/N2yPBBV8WQKNJ9SYA
Instagram: https://www.instagram.com/flipfoficial/
Site Oficial: http://www.flipf.com.br/ 

Foto: Divulgação/Helder Novaes