VITÓRIA EMPATA COM CAÇULA NA ABERTURA DO BAIANÃO 2021

         



Por Zedejesusbarreto
Uma partida de seis gols e com um empate conseguido pelo estreante e novato UNIRB já nos acréscimos. Assim foi a abertura do Campeonato Baiano 2021, ainda com o ‘coronga’ assustando, o Carneirão vazio, e torcida só pela tevê. 

O Vitória esteve na frente do placar duas vezes: fez 1 x 0 no primeiro tempo, quando dominou as ações. Na segunda etapa, caiu de ritmo e o Unirb surpreendeu, empatando, 2 x 2. O Leão desempatou (3 x 2) já aos 40’ e parecia ter definido, mas um certo Du Paraíba quebrou a guia rubro-negra no apagar da luzes, com um golaço.
O pessoal do time estreante de Alagoinhas vibrou muito com o empate. Afinal, primeiro jogo, histórico, da equipe num campeonato baiano profissional, abertura da competição, enfrentando um Leão rodado, cascudo ... Ótimo resultado. Tá escrito.
*
Bola rolando
Noite limpa em Alagoinhas, relvado mastigado no Carneirão (Estádio Antonio Carneiro), arquibancadas às moscas. Ritmo cadenciado e o Leão tomando as rédeas do jogo, elenco mais rodado.
Aos 7 min, o primeiro arremate perigoso: Deivid bateu forte, de fora, o goleiro Deijair (foi da base do Bahia) rebateu. Aos 20’, foi a vez de Fernando Neto testar o goleiro batendo de canhota, rasteiro; Deijair espalmou a escanteio. O Unirb segurando a pressão, apenas.
- Gol ! 1 x 0 Vitória, Samuel, aos 25 minutos. Cobrança de escanteio de Dudu, da direita, na cabeça de F. Neto, pingou na pequena área e o garoto da base, camisa 9, conferiu, abrindo o placar e marcando o primeiro gol do campeonato.
O mesmo Samuel, aos 35’, finalizou de canhota de meio voleio, já dentro da área, mas Deijair catou. Aos 37’, Vico ganhou da zaga, na velocidade, uma bola aprofundada, driblou o goleiro mas perdeu o ângulo e rolou para Deivid encher o pé, fora do alvo. Chance clara de gol desperdiçada.
Só um time atacou. O Unirb tentou resistir, mas não conseguiu chegar na frente. Domínio do rubro-negro, mas o placar foi minguado no primeiro tempo. Destaques para o estreante João Pedro, bom apoiador, e a presença ne área do avante canhoto Samuel, alto, forte, rápido e ligado.
*
O Leão voltou da merenda mantendo a pressão, atuando sempre nas proximidades da área inimiga. Samuel tentando, testando Deijair, chutando sempre, mesmo de longe, perigoso.
- Gol ! 2 x 0 Vitória, aos 12 minutos. Cruzamento da direita de Dudu, na linha da pequena área, a defesa do Unirb parou pedindo impedimento, Deivid escorou de primeira. Gol legal, e de outro menino criado na Toca.
- Gol ! 2 x 1, Dedé, aos 15’, escorando de cabeça, livre, cruzamento de Carlos Magno, da direita, em cobrança de falta. O primeiro gol do UNIRB em campeonato baiano, histórico. E a defensiva do Leão a fraquejar nas bolas alçadas, levando gols de escanteio.
O time de Alagoinhas se animou, foi para frente, começou a incomodar um pouco, também. O Leão parecia cansado, sem o mesmo ritmo, sem pegada. Aos 30, Du Paraíba ganhou da zaga rubro-negra e bateu rasteiro, raspando o poste, por pouco não empatou.
- Gol ! 2 x 2. Du Paraíba tabelou pela direita, foi ao fundo e bateu cruzado, a bola desviou em Leokovick e enganou o goleiro Yuri, empatando, aos 35 minutos.
Rodrigo sentiu a equipe em campo cedendo espaços e trocou jogadores, pôs bateria nova, foi pro ataque.
- Cadê o VAR? Gol ! 3 x 2 Vitória.
- Aos 40’, o Vitória desempatou, com dois toques na pequena área e um calcanhar de Ruan, livre, quase em cima da linha de gol. O bandeira levantou o mastro, anulando, marcando im -pedimento, mas... depois de muita discussão, tititi, consultas entre árbitro e bandeira, o gol foi confirmado. Um zagueiro do Unirb, na linha de fundo, teria dado condições ao atacante do Vitória.
Aos 45’, Deijair salvou duas vezes em chutes de cara, a queima roupa, o Leão mordendo. Daí...
- Golaço ! 3 x 3, aos 47 minutos, UNIRB empatou. Du Paraíba na direita, enviesado, livre, invadiu a área inimiga, Wallace deu espaço e ele bateu de direita, três dedos, seco, rasteiro e no cantinho. A bola bateu no poste e entrou. Justo.
*
Destaques
No Vitória, Samuel e Pedro Paulo mostraram qualidades. Dudu, se firmando, e Fernando Neto comandando o meio campo enquanto teve pernas.
No Unirb, Du Paraíba, entrou e fez dois gols; o bom lateral Leo Alaba; goleiro Deijair e o zagueiro Dudu...
*
Escalações
- Unirb : Deijair, Leo Alaba, Dedé, Gustavo e Felipe Maradona; Xodó, Paulinho, Carlos Magno (Wélton) e Dener; Rafael Granja ( Du Paraíba) e Henrique (Vinícius). Treinador, Laelson Lopes.
O time é estreante no Campeonato Baiano, tem três anos apenas de fundado a partir de um projeto acadêmico/universitário. Uma folha salarial por volta dos 300 mil reais.
- Vitória : Yuri, Van, João Victor, Wallace e Leokovick (Pedrinho); João Pedro. Fernando Neto e Dudu (; Vico (Ruan), Samuel (Eron) e David (Luan). Treinador, Rodrigo Chagas.
A base mantida da equipe que disputou a Série B, mesclando figuras carimbadas com uma garotada a fim de mostrar a cara – oriundos da base ou recém contratados.

Arbitragem, sem VAR, com Reinaldo Silva de Santana no apito. Sem problemas.
Transmissão TV E.
*
A primeira rodada do Baianão segue no domingo, com jogos às 16h:
- Bahia x Juazeirense; Fluminense de Feira x Atlético de Alagoinhas; Bahia/Feira x Jacuipense.
**
O jogo “decisivo” entre Fortaleza x Bahia, pela Série A, é no sábado, às 21 h, no Castelão /CE
**
Foto: EC Vitória