Democrata dos EUA defende intervenção no Brasil para conter Bolsonaro

         



No último sábado, 27, a democrata Pam Keith fez uma publicação em redes sociais chamando o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de corrupto e de incapaz de lidar com a pandemia do coronavírus. Ela pediu uma intervenção internacional no Brasil –comandada pelos EUA– para evitar uma crise de proporções épicas.

“Repito meu alerta de que a crise da COVID no Brasil é um problema sério. A falta de liderança de Bolsonaro está criando uma crise econômica e de saúde, somada a um escândalo político de proporções épicas. Os EUA precisam ser proativos e liderar uma intervenção internacional”, escreveu.


“É por isso que estou clamando por um esforço internacional (não apenas dos Estados Unidos), transparente e humanitário que realmente ajude na distribuição e infraestrutura. Trata-se de salvar vidas. NÃO sobre mais maquinações políticas secretas clandestinas”, completou.

O texto provocou reações de brasileiros.

Petra Costa, diretora do documentário “Democracia em Vertigem”, rebateu a política norte-americana.
“Pam Keith, esta é uma declaração tão irresponsável, para não dizer imperialista”, escreveu. “Você deveria se informar antes de fazer tais observações.”
Do Catraca Livre