Palácio do Planalto registrou 460 casos de coronavírus entre servidores

         



O Palácio do Planalto já registrou 460 servidores diagnosticados com covid-19 desde o início da pandemia, em março de 2020. A informação foi obtida por meio da Lei de Acesso à Informação e publicada no jornal O Globo desta 5ª feira (1º.abr.2021).

O presidente Jair Bolsonaro, sem máscara, cercado por auxiliares em frente ao Palácio do Planalto, em Brasília, em abril de 2020© Sérgio Lima/Poder360 O presidente Jair Bolsonaro, sem máscara, cercado por auxiliares em frente ao Palácio do Planalto, em Brasília, em abril de 2020

Segundo o governo, o pico de infecções ocorreu em junho do ano passado, quando 92 pessoas tiveram a covid-19. Em março deste ano, foram 30. Significa que 13% dos funcionários do Planalto já foram contaminados.

Ao todo, 3.500 pessoas dão expediente local, entre servidores do Gabinete Pessoal da Presidência, do GSI (Gabinete de Segurança Institucional) e dos ministérios da Casa Civil, da Secretaria de Governo, da Secretaria Geral da Presidência e de outros órgãos que prestam assessoria ao presidente Jair Bolsonaro.

Publicidade
A taxa de infecção no Planalto é mais que o dobro da média brasileira. O Brasil tem 12,7 milhões de casos, o que representa cerca de 6% da população.

MORTE NO GABINETE PESSOAL
Silvio Kammers, funcionário do Gabinete Pessoal do presidente, morreu de covid-19 neste mês. A informação foi confirmada pela Presidência da República e pode ser atestada por uma portaria divulgada no Diário Oficial de 10 de março. A Secretaria Geral da Presidência não informou se outras mortes por covid-19 foram registradas no Palácio do Planalto.
Do Poder 360/Foto: Sérgio Lima