Cozinhar para aprender e fugir da ansiedade

         



Durante esse período de isolamento social, a arte de cozinhar se tornou o desejo de muitas pessoas. Seja pela falta de um profissional em casa, pela busca de uma alimentação mais saudável ou até mesmo por economia, cursos e lives no âmbito da gastronomia têm ganhado cada vez mais adeptos. “Além disso, um fator bastante interessante tem ficado cada vez mais em evidência: a associação do preparo de alimentos à melhoria da saúde mental, já que trata-se de um momento de concentração que nos auxilia até no controle da ansiedade. Muitos dos meus alunos também se surpreenderam com suas aptidões gastronômicas”, revela a advogada e chef Sandra Regina.

Formada no Curso Superior de Tecnologia em Gastronomia pela Universidade Salvador (Unifacs), membro da Federazione Italiana Cuochi - FIC e com diversos cursos em entidades renomadas do segmento, Sandra sinaliza que a cozinha é um lugar de esvaziar a mente, que permite o distanciamento do caos externo e proporciona experiências indescritíveis. “O home office fez com que muitas pessoas utilizassem o tempo que gastariam no deslocamento para o trabalho na cozinha. Quem já sabia cozinhar antes da pandemia tem buscado o aprimoramento e quem ainda não sabia, o aprendizado inicial”, revela.

Por meio de cursos on line e lives no seu Instagram @chefsandraregina, a profissional – que sempre adota receitas práticas e compartilha técnicas para realizá-las – transformou sua cozinha neste período de quarentena em uma cozinha virtual e tem ensinado como fazer massas frescas, pães, tortas, risotos, antepastos, dentre outras receitas. “Sempre fico atenta às demandas dos meus alunos e acabo criando um vínculo de troca de experiências gastronômicas que vai além dos momentos de aprendizado”, destaca.

“Cozinhar pra mim é espiritual, pois mexe com a alma e com a essência”, enfatiza. Os cursos presenciais ministrados por Sandra – que englobam boas vindas, aulas, presentes, sorteios, parcerias com grandes marcas e momentos de integração – irão retornar em breve com todos os protocolos de segurança exigidos pelos órgãos competentes.