Preço médio do gás natural sobe na Bahia

         



O gás natural veicular (GNV), vendido pela Bahiagás, teve reajuste médio de 35,5% para o setor automotivo, desde sábado, (01/05), conforme a resolução da Agerba nº 22 de 29/04/2021, publicada no Diário Oficial. O aumento foi motivado pelo reajuste da Petrobras de 39% no preço de aquisição do produto.

De acordo com o presidente do Sindicombustíveis Bahia, Walter Tannus Freitas, os motoristas que utilizam o GNV, principalmente os de aplicativo, vão sentir mais diretamente o aumento. “Quem trabalha profissionalmente com o carro, com transporte de pessoas, geralmente usa o GNV e, provavelmente, terá que pagar mais caro pelo combustível”, comenta.

O reajuste é previsto em contratos de venda do gás, com cláusulas que consideram o preço de referência do petróleo e o câmbio, indicadores que vêm tendo alta desde 2020, pressionando a inflação no Brasil.