Urologista também cuida da saúde da mulher

         



Pouco procurado pelo público feminino, o urologista  também está apto a prestar assistência às mulheres. Desta forma, em meio à proximidade o Dia Internacional de Luta Pela Saúde da Mulher (28 de maio), é importante esclarecer que a urologia é a área médica responsável pelo tratamento de problemas como os cálculos renais, além de possuir a capacidade de atender mulheres com tumores nos rins ou na bexiga. Ou seja, não só os homens podem ir ao urologista.
 
De acordo com o urologista Dr. Frederico Mascarenhas, embora exista uma percepção de que os urologistas são os especialistas responsáveis por tratar do aparelho urinário, a procura só ocorre quando existe essa indicação a partir de um médico de outra especialidade. “Dificilmente recebo uma mulher que vem realizar um check-up urológico, por livre e espontânea vontade. Quando ocorre, é porque houve essa recomendação”, afirma.
 
A busca pelo urologista também pode ocorrer em casos de mulheres com infecção urinária e incontinência urinária. De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), cerca de 40% das mulheres após a menopausa perdem urina de forma involuntária.
 
“O urologista também pode ser procurado em casos de prolapso genital, quando os órgãos genitais internos da mulher são projetados para fora. Além disso, existe a recomendação para o acompanhamento regular com o especialista. Nos casos de cálculos renais, por exemplo, a recomendação é a realização de exames a cada seis meses ou um ano”, explicou o Dr. Fred.
 
É importante ressaltar que qualquer problema envolvendo os rins, ureteres, a bexiga urinária e a uretra de homens e mulheres, pode ser tratado pelos urologistas, assim como os casos de doenças nos órgãos do sistema reprodutor masculino.