Bolsonaro deu garantias para Brasil sediar Copa América, diz Conmebol

         



A Conmebol agradeceu ao Brasil por se colocar à disposição para ser a sede da Copa América após desistências de Colômbia e Argentina, por causa de problemas internos e da pandemia da covid-19, respectivamente. O presidente da Conmebol revelou que o governo Jair Bolsonaro deu garantias para a organização do evento.

“O presidente (Rogério) Caboclo conversou com o presidente Jair Bolsonaro, que apoiou a iniciativa de imediato, com o aval dos Ministérios da Casa Civil, da Saúde, das Relações Exteriores e da Secretaria Nacional do Esporte”, afirmou Alejandro Domínguez.

O dirigente da Conmebol foi além: “O governo brasileiro demonstrou agilidade e capacidade de decisão em um momento fundamental para o futebol sul-americano”, acrescentando que “o Brasil vive um momento de estabilidade.”

Autoridades sanitárias da Argentina não admitiram a realização da Copa América em seu país.
Com Estadão