Tite define elenco para a Copa América

         



Não houve boicote algum para a Copa América. O técnico Tite anunciou já no meio da tarde desta quarta-feira, 9, a lista da seleção brasileira para a disputa do torneio, que será realizada entre 13 de junho e 10 de julho no país - a divulgação da lista estava prevista para as 11h. Sem surpresas, a convocação contou com uma mudança em relação ao grupo que venceu as partidas contra Equador e Paraguai, pela quinta e sexta rodadas das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. Thiago Silva voltou ao grupo no lugar de Rodrigo Caio. O zagueiro do Chelsea havia sido chamado na convocação original das Eliminatórias, mas de fora por não ter condições de jogo.

O Brasil estreia na competição no próprio dia 13, às 18 horas, diante da Venezuela, no estádio Mané Garrincha, em Brasília. No grupo B, a seleção ainda enfrentará o Peru e a Colômbia, nos dias 17 e 23, respectivamente, ambos no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. A primeira fase da competição será encerrada diante do Equador, no dia 27, no Olímpico, em Goiânia.

Mesmo em grande fase dentro de campo – manteve os 100% de aproveitamento nas Eliminatórias, chegando a seis vitórias consecutivas – a crise nos bastidores ainda agita o entorno da seleção. Após a vitória por 2 a 0 sobre o Paraguai, em Assunção, os atletas se posicionaram por meio de um manifesto nas redes sociais, no qual divulgaram serem contrários ao torneio, mas asseguraram que jogariam.

Na entrevista coletiva, o técnico Tite demonstrou incômodo em perguntas relacionadas ao ex-presidente da CBF, Rogério Caboclo, afastado do cargo após denúncias de assédio sexual e moral, mas negou que sua saída tenha influenciado no posicionamento dos atletas.

Os convocados:

Goleiros: Alisson (Liverpool), Ederson (Manchester City) e Weverton (Palmeiras)

Laterais: Danilo (Juventus), Emerson (Barcelona), Alex Sandro (Juventus) e Renan Lodi (Atlético de Madri)

Zagueiros: Thiago Silva (Chelsea), Marquinhos (PSG), Éder Militão (Real Madrid) e Felipe (Atlético de Madri)

Meio-campistas: Casemiro (Real Madrid), Fred (Manchester United), Fabinho (Liverpool), Douglas Luiz (Aston Villa), Lucas Paquetá (Lyon) e Everton Ribeiro (Flamengo)

Atacantes: Neymar (PSG), Richarlison (Everton), Gabriel Jesus (Manchester City), Roberto Firmino (Liverpool), Everton (Benfica), Gabigol (Flamengo) e Vinicius Júnior (Real Madrid)
Da Veja